- Não (houve proposta do Fla ao Nacional). Oficialmente não, porque não definimos o tema contratual de Orlando, que é o que estamos conversando com Flamengo nesse momento. A parte contratual está bastante encaminhada. Depois que definirmos isso, passamos à parte dos clubes - explicou Nestor Villarreal. 

O empresário admitiu que a negociação com o clube verdolaga é complicada - o Nacional vem pedindo R$ 15 milhões para liberar o atacante. Villarreal acredita, contudo, que a vontade do jogador de defender o Flamengo possa ser um diferencial:

- Vamos primeiro resolver a parte pessoal de Orlando, depois vamos ao tema do Nacional, que vai ser complicado, mas Orlando quer jogar no Flamengo. Crê que o Flamengo pode lhe abrir uma outra porta importante no futebol e quer aproveitá-la - revelou. 

- Quem não gostaria de jogar no Flamengo mesmo com Nacional sendo hoje a melhor equipe da América do Sul? Mas sendo o que representa Flamengo a nível mundial, obviamente qualquer jogador quer atuar no Flamengo. Orlando não é exceção - concluiu o empresário. 

A cúpula do time colombiano permanece em compasso de espera. Sabe que outras equipes conversam com Berrío e que receberá propostas oficiais pelo atleta em breve. 

- Vários clubes, especificamente dois europeus, o buscaram durante todo o semestre anterior. Eles iam nas partidas da Libertadores para vê-lo. E apareceu um time como o Flamengo, e isso tem de ser levado em consideração, mas não tenho nada oficial comigo. Eu acredito e entendo que já conversaram com o jogador. Vamos esperar - desconversou Victor Marulanda, diretor de planejamento esportivo do clube.