| Futebol

Berrío tem estilo de Cirino, mas aposta é alta para gringo mudar cara do Fla

Alto e rápido, atacante de 25 anos é conhecido por potência e valentia, mas também não é goleador. Conheça mais do quarto reforço do Rubro-Negro para a temporada

flameng - Berrío tem estilo de Cirino, mas aposta é alta para gringo mudar cara do Fla



O atacante Orlando Berrío é o quarto reforço do Flamengo para a temporada. Desde o início do ano, negociações para viabilizar a transferência do atacante que defende o Atlético Nacional mobilizaram o clube. A pedida do clube colombiano não foi baixa, e o Rubro-Negro mostrou paciência e persistência para contar com o atleta: pagou US$3,5 milhões (cerca de R$11 milhões de reais) e vai dividir o pagamento nos próximos dois anos.

Ele é o sétimo gringo do elenco do Flamengo. Nas características de jogo, o jogador se parece bastante com Marcelo Cirino. Pela altura, força e velocidade pela ponta direita. Mas a expectativa é de ver outro nível de jogador em campo. A torcida do Nacional lamentou a saída do atleta nas redes sociais e deu o tom do peso do desfalque. Apesar de trajetória irregular - no que conta a juventude também do atleta -, Berrío terminou a Libertadores do ano passado como um dos principais nomes da equipe colombiana. 

Que Berrío o torcedor do Fla pode esperar? Conheça mais do ponta colombiano:

Berrío foi um dos destaques do Mundial Sub-20 de 2011 com a seleção colombiana. Na época, jogava com o compatriota James Rodriguez. No entanto, uma lesão acabou adiando sua consolidação. Sua passagem pelo Millionarios (COL) foi tímida. No retorno ao Nacional, após recuperar-se da lesão, conseguiu se firmar aos poucos - foi reserva na parte inicial e virou titular na reta decisiva da Libertadores do ano passado, quando o Nacional de Medellín conquistou o título. Dois treinadores foram fundamentais para isso: Juan Carlos Osório e Reinaldo Rueda. A rotação de jogadores feita pelo técnico Rueda o ajudou a conquistar espaço.

- O crescimento dele no futebol creio que se deu a esse processo com Juan Carlos Osório até Reinaldo Rueda. E também teve a ajuda de outros jogadores, como Arley Rodriguez, que era um centroavante muito discutido, também melhorou muito no ano passado e virou titular. Além disso, por ter que disputar vários torneios em um ano, precisa dar mais chances a diferentes jogadores - disse a jornalista colombiana Sarah Lizarazo, do jornal ''As''.



Quem acompanha de perto as partidas do Atlético Nacional confirma que Berrío tem a característica buscada pelo Fla: joga pelos lados de campo - preferencialmente pela direita. O comentarista da TV Caracol da Colômbia, Javier Bonnet explica que, apesar de marcar gols decisivos, o atacante não é um ''goleador''.

Apesar do tipo físico e das características semelhantes às do ainda rubro-negro Marcelo Cirino, o Fla identifica personalidades distintas - Berrío é tido como jogador aguerrido, que não se abate com facilidade. E aposta alto nisso. Em conversas informais, o Rubro-Negro crê que será válvula de escape importante na Libertadores - com utilidade na equipe.

- É um jogador potente, rápido, de lado de campo. Pode jogar do lado esquerdo e do lado direito. Ele tem uma boa pegada, mas poderia ter muito mais gol do que tem. Apesar disso é um jogador que resolve partidas. Dos poucos gols que faz, a maioria define partidas. Ele não é um goleador nato. É um jogador muito disciplinado. Sua obediência tática é uma das mais importantes características - diz Bonnet, da Caracol.

Na temporada do ano passado, Berrío ganhou posição ao longo do ano e foi uma das peças utilizadas pelo Nacional em um dos anos mais vitoriosos da história do clube. Na campanha do título da Libertadores, entrou em campo em 12 partidas. Atuou também nas duas partidas do Mundial de clubes. Somando os torneios da Colômbia, fez 52 jogos em 2016 e marcou 17 gols.

Apesar de não ser apontado como um goleador de origem, Berrío é o autor de um dos mais importantes gols da história recente do Nacional. Na final da Libertadores do ano passado, ele marcou o gol da equipe na primeira partida da decisão diante do Independente Del Vale. Foi também dele o gol espírita que classificou a equipe nos minutos finais no duelo com o Rosario Central de Donatti, agora seu companheiro no Rubro-Negro. A partida também ficou marcada pela briga após o apito final, quando Berrío participou da confusão em campo.  

Orlando Berrío entrou no segundo tempo do amistoso entre Brasil e Colômbia, na quarta-feira. A vinda dele para o jogo, inclusive, acabou facilitando as negociações com o Flamengo. Jogou quase todo o tempo pela ponta direita, sendo bem marcado pelo agora ex-rubro-negro Jorge. Apareceu mais centralizado apenas em lances de bola parada. O jogador levou um caneta ao marcar o botafoguense Camilo perto da área colombiana.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2017/01/berrio-tem-estilo-de-cirino-mas-aposta-e-alta-para-gringo-mudar-cara-do-fla.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.