| Futebol

Boa fase muda tom dos discursos no Flamengo

Guerrero exalta Zé Ricardo e Sheik revela que quer ficar

flameng - Boa fase muda tom dos discursos no Flamengo

RIO - As três vitórias conquistadas nos últimos quatro jogos pelo Campeonato Brasileiro, nos quais o Flamengo somou 10 pontos e se aproximou do G4, mudaram o ambiente do clube, que enfrenta hoje o Santos, às 21h45m, na Arena Pantanal (com transmissão da TV Globo). Com os resultados, o elenco está mais confiante em uma grande campanha. As recentes contratações do meia Diego e do atacante Leandro Damião estimulam o otimismo da torcida, mas uma grande parcela desta boa fase se deve a quem já estava há tempos na Gávea e vinha sendo questionado pelo desempenho irregular.

Nos últimos seis jogos, o atacante Paolo Guerrero balançou as redes quatro vezes. Para quem vê na chegada de Damião uma sombra ao para o peruano, ele negou que tenha visto o fato como uma motivação extra, e atribuiu a melhora do rendimento ao crescimento do time sob o comando do técnico Zé Ricardo.

— Nosso treinamento mudou. O Zé pede disciplina na marcação, mas nos deixa à vontade do meio para a frente. Eu jogo para o time, e o time evoluiu muito — afirmou.

Outro sinal de que a boa fase transformou o ambiente foi dado pelo atacante Emerson Sheik. Sua ausência de um vídeo institucional divulgado pelo clube na segunda-feira estimularam os rumores de que o jogador estaria de saída da Gávea. O agente do atleta afirmou que ele tem sondagens do futebol árabe, mas, em um áudio compartilhado pelos torcedores nas redes sociais, o “Sheik” afirma que está recuperado da lesão muscular que teve na coxa direita e está pronto para jogar, e arrisca um prognóstico otimista.

JUAN É DESFALQUE

“É o seguinte: ir embora do Mengão? Nunca, meu irmão! Estou recuperado da lesão e doido para jogar, vou dar a volta por cima. O cara lá de cima sempre me deu moral, entendeu? Sempre fez chegar na hora certa e decidir as paradas. Esse ano vai dar bom para a gente”, analisou.

Para a partida de hoje, Zé Ricardo não poderá contar com o zagueiro e capitão Juan, que sentiu dores na panturrilha esquerda durante a vitória por 2 a 0 sobre o Coritiba, sábado. O departamento médico constatou um estiramento no local. Réver é o favorito para a vaga.

Fonte: http://oglobo.globo.com/esportes/flamengo/boa-fase-muda-tom-dos-discursos-no-flamengo-19842152

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.