• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Buscando reformulação do clube, presidente do Atlético-MG se inspira no Flamengo: “Queremos fazer até melhor”

O processo de reformulação do Flamengo nos últimos anos virou referência também para outros clubes do Brasil. Após passar por momentos difíceis, o Mais Querido vem colhendo frutos desde 2019. Visando uma melhora no Atlético-MG, o presidente Sérgio Sette Câmara revelou que o Rubro-Negro é uma inspiração.

– A estratégia não precisa ser literalmente igual. Temos situações diferentes, como um estádio adiante. Dentro da filosofia, temos uma meta ali. São negócios diferentes que trazem estratégias diferentes. Mas do ponto de vista de cortar custos, fazer investimentos inteligentes, compliance, organização interna, estamos fazendo à risca, como aconteceu no Flamengo. Queremos fazer até melhor que o Flamengo. A empresa que faz aqui é a que faz lá, a EY -, disse em entrevista ao jornal O Globo.

Câmara destacou o momento que o Flamengo vive e afirmou que ainda não vê o Atlético como principal rival do Rubro-Negro no país. O presidente do clube mineiro também destacou as vendas dos garotos da base para o futebol europeu.

– Não. Ainda não. Tem que esperar. Tem que maturar. O time do Flamengo vem jogando há muito tempo junto. Ainda que tenha trocado o treinador, o padrão está lá. Os jogadores já se conhecem só de olhar. É diferente pegar um time novo e entrosar. Vai demorar um tempo para entender a estratégia de jogo do Sampaoli. Ele é um treinador que tem um tipo de jogo de pressionar, mas tem a questão dos contra-ataques. O time tem que estar muito bem treinado. Vamos ter altos e baixos, é normal. Mas acreditamos muito no trabalho, por isso contratamos o Sampaoli por dois anos. De qualquer forma, vai surtir efeito agora. Esperamos que o Atlético, no mínimo, se classifique para a Libertadores. Aí entra a questão de receita gerar receia: se gasta agora e vai para a Libertadores, já tem um dinheiro diferente para o orçamento. Isso também dá visibilidade aos jogadores. Por isso o Flamengo vendeu bem. Tem condição financeira invejável também por Vinícius Júnior, Paquetá, Reinier… Aí é uma máquina.

Publicado em colunadofla.com.