Caetano explica estratégia do Fla no mercado e revela procura por Abel

Caetano explica estratégia do Fla no mercado e revela procura por Abel

O diretor executivo de futebol do Flamengo, Rodrigo Caetano, participou do programa "Aqui com o Benja" do canal Fox Sports e na entrevista explicou um pouco sobre o dia a dia de trabalho no clube, principalmente sobre as negociações de atletas. O dirigente fez questão de explicar a dificuldade de trazer atletas do futebol europeu no início do ano. 

- Isso também faz parte da questão nossa de orçamento e eu já expliquei inúmeras vezes, é difícil de entenderem. Para você repatriar um jogador desse nível, tem que entender que lá do outro lado, no outro mercado, outra equipe, em dezembro e janeiro ele tá no meio da competição, então tudo é mais caro o mais difícil. O Flamengo por querer cumprir os contratos, sempre viu a janela do meio do ano como uma oportunidade para repatriar esses atletas.

Caetano também ressaltou que com o passar do tempo, a tendência é que menos nomes sejam contratados, já que o trabalho na base está sendo bem feito e o grupo atual tem bastante qualidade. 

- Com o passar do tempo o Flamengo tem diminuído o número de atletas contratados e isso é filosofia. O Flamengo se reestruturou nas categorias de base e conseguimos fazer contratações mais pontuais. Esse foi o caso do Henrique (Dourado), foi mais uma que foi possível. Um jogador que tem números excelentes e acima de tudo a nível de pessoa. Hoje pra chegar no Flamengo esse é um dos pré-requisitos: um perfil de atleta que não queremos nos afastar

Com a indefinição de Reinaldo Rueda neste início de temporada, Rodrigo Caetano revelou uma procura por Abel Braga, técnico do Fluminense. 

- Minha obrigação é sondar algumas possibilidades. Ali já estava praticamente sacramentada a saída do Rueda e foi naquele período final. Também faço isso com atletas. E o Abel é um dos melhores e é natural que eu tenha feito uma ligação um pouco mais que amigável. Ele já tinha assumido um compromisso de continuidade com o Fluminense. Eu não fiz isso enquanto nós tínhamos a palavra do Rueda que permaneceria. No momento que ele nos ligou dizendo: 'Estou indo, quero uma reunião com vocês.

Na última semana, o Flamengo acertou a contratação do atacante Henrique Dourado e Rodrigo Caetano explicou como ocorreu toda a negociação.

- O Flamengo precisava de mais um centroavante. A indefinição do Guerrero, Vizeu fica até o meio do ano. Determinadas posições requerem número maior de bons jogadores. O Flamengo buscou esse acordo através da multa junto ao Fluminense, o restante foi acordo com o Mirassol e o atleta.