| Futebol

Caetano fala sobre contratação de Rueda: "Tinha muito interesse em estar aqui"

Diretor de futebol comenta perfil do treinador, além de esclarecer detalhes sobre o contrato assinado nessa segunda-feira

flameng - Caetano fala sobre contratação de Rueda: "Tinha muito interesse em estar aqui"

Foto: Gilvan de Souza

Ao lado do técnico Ronaldo Rueda, Rodrigo Caetano também participou da entrevista coletiva na Sala de Imprensa Victorino Chermont, no Ninho do Urubu, após as atividades de preparação para o duelo contra o Botafogo, pela Copa do Brasil. Durante a conversa com os jornalistas, o diretor de futebol explicou detalhes sobre a negociação, revelando um desejo antigo de contar com o trabalho do treinador.
"Deixamos claro que a chegada do professor Reinaldo se iniciou em uma conversa quando ainda estava no Atlético Nacional, muito antes do Zé Ricardo ter sido confirmado como técnico. Manifestamos, naquele momento, o desejo de tê-lo aqui conosco. Esperamos que ele continue fazendo sucesso como fez nos clubes e seleções por onde passou, indo bem nos campeonatos, como o clube e a torcida desejam. É um prazer anunciar o novo técnico do Flamengo até o fim de 2018", disse Caetano, comentando também sobre os novos membros da comissão técnica do Mais Querido. "Ele chega com seus dois auxiliares, Bernardo Redín e Carlos Eduardo Velasco. Redín fica no trabalho de campo e Velasco como preparador físico. Com isso, Daniel Gonçalves voltará ao seu cargo anterior de coordenador científico", completou.

Sobre a regularização dos três profissionais que passam a integrar o corpo técnico rubro-negro, Caetano afirmou que todas as providências estão sendo tomadas. Contando com o prazo de, no máximo, dois dias, o objetivo é que o treinador, seu auxiliar técnico e o preparador físico colombianos já possam estar no banco de reservas no clássico.

"Estamos trabalhando para que ele obtenha o visto de trabalho o mais breve possível, e acredito que até quarta-feira temos a expectativa de conseguir para que ele possa estar no jogo à noite. Toda a parte de documentação já foi encaminhada e amanhã é um dia em que a gente vai trabalhar essa parte burocrática. Desde que ele foi convidado para cá ele troca informações, mas quem comandou ainda foram nossos profissionais", esclareceu o diretor de futebol.

O planejamento do Departamento de Futebol na contratação de um técnico estrangeiro também foi um dos temas abordados na conversa com os jornalistas. Garantindo total respaldo ao novo comandante rubro-negro, Caetano relembrou o fato de Zé Ricardo ser o técnico há mais tempo à frente de uma equipe da primeira divisão antes de deixar o clube. 

"Se nos formos levar para o histórico recente, Zé era o técnico de maior longevidade na série A. Se formos analisar um clube da cobrança do Flamengo, é um dado relevante. O professor vem com contrato de 18 meses, espero ser renovado. O Flamengo sabe também que todos nós teremos uma tolerância, um prazo maior, para que o trabalho seja desenvolvido", afirmou, pedindo a mesma paciência por parte da mídia. "E que a imprensa brasileira também tenha essa receptividade aos estrangeiros. O mercado brasileiro já recebeu mais estrangeiros. Que tenhamos respeito e tolerância com os bons profissionais, porque teremos um aprendizado maior. O Flamengo luta contra essa mudança contínua e seu último exemplo fala por si, um técnico forjado no clube e que teve respaldo até o dia em que decidimos mudar", concluiu.

Alguns detalhes acerca do contrato de Rueda foram revelados na coletiva. O principal deles, além da duração, teve foco nos rumores de uma suposta cláusula evitando o pagamento de multa em caso de um chamado da Seleção Colombiana.

"Não houve nada. Nenhum tipo de situação desse tipo foi colocada por ele ou por seu representante", comentou. "É claro que nós não temos como controlar a outra parte. Um técnico de ponta pode ser chamado para treinar da Colômbia. No momento em que ele se dispôs a assumir um trabalho já iniciado, é porque tinha muito interesse em estar aqui. Se houver um convite, as cláusulas delimitam os deveres e direitos", esclareceu.

Por fim, o diretor de futebol rubro-negro falou sobre o momento decisivo para a contratação do colombiano. Ao contratar o atual técnico campeão da Conmebol Libertadores Bridgestone, um objetivo fica claro na mente de diretoria, atletas e torcedores: a conquista da América.

"Na época, ainda não tínhamos um conceito formado do que seria. Depois do contato com Rueda, ele esteve aberto à ideia de trabalharmos em cima disso. Além da qualificação, entendemos que o Flamengo na Libertadores com alguém que conhece o caminho do sucesso as chances de ir longe aumentam", comentou. "O professor falou sobre o DNA do Flamengo, que é parecido com o time que ele montou no Atlético Nacional. Vimos que valeria a pena montar esse projeto de médio-longo prazo", concluiu Caetano.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/25840/caetano-fala-sobre-contratacao-de-rueda-tinha-muito-interesse-em-estar-aqui

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.