| Futebol

Camisa 10 do Flamengo, Mugni é preservado por Vanderlei Luxemburgo

Argentino deixa o time depois de três jogos seguidos como titular. Treinador <br>chama o jogador para conversa e pede calma para a sequência da temporada

Lucas Mugni flamengo treino (Foto: Gilvan de Souza / Divulgação)Lucas Mugni fica fora do time titular do Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Divulgação)

O argentino Lucas Mugni tem apenas 22 anos e chegou este ano ao Flamengo depois de se destacar no Colón. No entanto, o jogador ainda está em processo de adaptação e não conseguiu apresentar uma consistência ou encantar com jogadas de talento. Acabou saindo do time para o confronto com o Sport, domingo, no Maracanã, pelo Campeonato Brasileiro.

O técnico Vanderlei Luxemburgo chamou Mugni para uma rápida conversa depois do treinamento, ainda no campo 1 do Ninho do Urubu. Ele fez questão de dizer que sua intenção foi preservar o jogador, que considera talentoso e com um futuro promissor.

- Falei para ele ficar calmo porque tem potencial fantástico. Às vezes, não é o momento. É um menino, chegando em outra cultura, em um time que está totalmente enrolado. Não vai ser descartado de jeito algum. Nós estamos acabando com o meia-esquerda no Brasil, cabe a mim preservar para não perder o jogador - afirmou Luxemburgo.

Mugni vem sendo elogiado seguidamente pelo treinador em todas as suas entrevistas. Luxemburgo afirmou que já vinha acompanhando seu desempenho antes de assumir o cargo no Flamengo. Ele sempre tem um cuidado especial com o jogador durante treinamentos táticos e coletivos, mostrando o melhor posicionamento.

Apesar da conversa à beira do campo com o jogador depois de decidir pela sua saída do time, Luxemburgo faz questão de dizer como deve ser a relação entre o treinador e o jogador em campo. Com histórico de confrontos com astros do futebol, ele não trata o caso como um problema.

- Quem comanda não pede, manda. Não tenho que ficar negociando com jogador. Tenho relação próxima até de família com alguns jogadores, mas no treino é relação de comandante e comandado. Teve confusão com Romário, Ronaldinho, Edmundo, mas é assim que funciona. Quem não teve? - comentou Luxemburgo.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.