| Futebol

Canteros busca documentação, e Fla tem dois dias para regularizar reforço

Visando a retomada do Brasileirão, direção tem 48 horas, entre abertura de janela e partida contra Atlético-PR, para deixar meio-campista à disposição de Ney Franco

Canteros Treino Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)Canteros perderá a quinta-feira de treino no  Flamengo (Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

Falta uma semana para a retomada do Brasileirão, porém, o Flamengo não tem a garantia de que Canteros terá condição legal para ficar à disposição de Ney Franco na partida contra o Atlético-PR, em Macaé. A ida do meio-campista a argentino a Buenos Aires, na tarde de quarta-feira, na busca de documentos visando a retirada do visto de trabalho no Brasil, é apenas o começo de um processo complexo, que envolve autoridades dos dois países e ainda o Vélez, ex-clube do atleta. Em suma: depois do processo legal ser concluído, o Rubro-Negro terá apenas 48 horas para registrar o novo reforço na CBF. É o tempo entre a abertura da janela de transferências internacionais e o limite para o nome do jogador aparecer no BID.  

Canteros foi à Argentina retirar o atestado de antecedentes criminais – seu retorno ao Rio está previsto para sexta-feira. Além deste documento, o Ministério do Trabalho exige a certidão de nascimento e o passaporte para emitir o visto de trabalho a jogadores de futebol no Brasil. Ele tem validade de dois anos, podendo ser renovado por mais dois.  

Só com o visto é que o contrato passa a ter validade legal. Assim, é possível registrar na Federação Carioca de Futebol e na CBF. Porém, como Canteros foi contratado do exterior, o Flamengo precisa respeitar a janela. Ela abre dia 14. A partida com o Furacão é dois dias depois. E, para ter condição, o atleta precisa ter nome publicado no BID um dia antes do compromisso.  

- Esperamos ter a documentação pronta, o que daria ao jogador a condição de jogo – resume o diretor executivo de futebol, Felipe Ximenes.  

Apresentado em 3 de julho, Canteros custou US$ 2,2 milhões (R$ 4,8 milhões) ao Rubro-Negro – foi o primeiro reforço desde a troca da direção de futebol (saiu Paulo Pelaipe, entrou Ximenes) e do treinador (Ney ocupou vaga de Jayme de Almeida). Como vinha treinando com o Vélez, tem boas condições físicas. Porém, ainda não participou de trabalhos táticos no Ninho do Urubu. Ele deve concorrer com Elano por vaga no meio.  

O Flamengo volta a treinar nesta quinta-feira, em dois períodos. A preparação para a retomada do nacional prevê ainda dois jogos-treino: Campo Grande, na sexta, e Nova Iguaçu, no sábado.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.