| Futebol

Capitão Léo é suspenso por 30 dias e será julgado em duas semanas

Punido por agressão a dois sócios, conselheiro do clube corre o risco de exclusão de quadro social em caso de nova punição

Capitão Léo conselho fiscal Flamengo (Foto: Cahê Mota)Capitão Léo é suspenso (Foto: Cahê Mota)

A política do Flamengo está fervendo, com a manifestação de vários grupos políticos. Nesta quinta-feira, foi a vez de situação comemorar uma vitória. O conselheiro Leonardo Ribeiro, conhecido como Capitão Léo, recebeu uma suspensão do Conselho de Administração de 30 dias por agressão a dois sócios.

Capitão foi punido por 28 votos a quatro e em duas semanas será julgamento mais uma vez no Conselho de Administração, desta vez, por agressão verbal aos vice-presidentes do clube.

Nos últimos anos, Capitão Léo tem participado ativamente da política do Flamengo. Partidário da administração de Patrícia Amorim, chegou a ser presidente do Conselho Fiscal e combateu Zico, que na época assumiu um cargo de diretor de futebol.

Recentemente, Capitão Léo publicou em redes sociais que estaria trabalhando nos bastidores contra o rebaixamento do Flamengo no Campeonato Brasileiro. A diretoria rechaçou qualquer participação do conselheiro e condenou sua atitude.

Ex-presidentes estão se manifestando continuamente sobre a atual administração, condenando a forma como conduzem o departamento de futebol. Kléber Leite, por exemplo, já teve um embate público usando seu blog com Luiz Eduardo Baptista, o Bap, vice de marketing e homem forte da atual gestão.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.