Carlos Noval aceita e será o novo diretor de futebol do Flamengo

Carlos Noval aceita e será o novo diretor de futebol do Flamengo

O Flamengo vai oficializar nos próximos dias o nome de Carlos Noval como diretor executivo de futebol. O profissional, que já trabalha nas categorias de base do clube desde 2010, terá a responsabilidade de substituir Rodrigo Caetano, demitido na última quinta-feira após a eliminação no Estadual.

O dirigente já está voltando da Itália, onde acompanhava competições da base, para acertar com o presidente Eduardo Bandeira de Mello os últimos detalhes.

Assim, Carlos Noval deixará os trabalhos com as categorias de base - ele é o Diretor Executivo de futebol da base desde 2010 - e passará a atuar com o elenco profissional. A performance e os bons resultados com os jovens é o que credencia Noval para a promoção. As funções exercidas são semelhantes.

Em sua gestão, o Flamengo conquistou três edições da Copa SP de Futebol Júnior: 2011, 2016 e 2018. Além dos títulos, a estruturação da base e o trabalho de transição para o time principal, tanto de jogadores quanto outros de outros profissionais, como foi com o técnico Zé Ricardo, são legados de seu trabalho.

Carlos Noval "vive" o Flamengo desde a infância. Seu pai, Renato Noval, foi dirigente nas décadas de 1970 e 1980 e era sócio benemérito do clube da Gávea. A paixão pelo Rubro-Negro passou para a família, que costuma acompanhar o trabalho de Noval nas categorias de base nas arquibancadas.

Bandeira e Lomba acompanham atividade

O presidente Eduardo Bandeira de Mello e o VP de futebol Ricardo Lomba estiveram no Ninho do Urubu na manhã deste sábado, acompanhando a atividade comandada pelo auxiliar técnico Maurício Barbieri, que substitui Carpegiani enquanto um novo treinador não é contratado pelo Flamengo.

Com as mudanças no departamento de futebol, a presença de Lomba no Ninho será mais constante.  O dirigente, que ganhou força política após a indignação mostrada depois da eliminação no Carioca e liderou a reformulação no clube, passará a ter participação mais ativa junto com o elenco e comissão técnica.