Carpegiani defende Vinicius Jr., que foi expulso e hostilizado por torcida do Botafogo

Carpegiani defende Vinicius Jr., que foi expulso e hostilizado por torcida do Botafogo

Antes mesmo de entrar em campo, no clássico entre Flamengo e Botafogo, Vinicius Jr. já era um alvo. Isso porque na semifinal da Taça Guanabara, disputada entre os rivais, o atacante fez o famoso gesto do “chororô” após marcar um gol. No sábado, na vitória por 1 a 0 do Rubro-Negro pela Taça Rio, o camisa 20 foi expulso com dez minutos em campo e hostilizado pela torcida alvinegra, sendo que uma torcedora fez uma ofensa racial contra ele.

O técnico Paulo César Carpegiani defendeu o jovem de 17 anos e criticou a arbitragem, que não soube interpretar e conter de forma correta, na sua visão, a falta cometida por Vinicius Jr. aos 36 minutos do segundo tempo.

– Aquela saudação o deixou marcado. Quando generaliza e diz que foi vaiado... Do lado de cá, só tem torcedor do Botafogo, estamos no campo do Botafogo. Bateu no pé do cara, o juiz interpretou e paciência. Quando vemos um juiz assim, muito ruim, você vê a arbitragem do futebol europeu e fica babando. Aqui no Brasil é dengo, agradar um. Lamento não só pelo meu lado, mas pelo outro também. Nossa arbitragem tem que melhorar bastante. Não prego violência. Às vezes, acontece um caso desse como o do Vinícius – disse o treinador na coletiva.

Vinicius Jr. foi expulso no clássico entre Flamengo e Botafogo Foto: Marcio Alves / Extra

Amigo e companheiro desde os tempo de base de Vinicius Jr. Lucas Paquetá também saiu em defesa do jogador.

– A gente conversou no vestiário. Foi um lance que ele escorregou, uma fatalidade. Passamos confiança e apoio para continuar trabalhando. Ele tem toda a confiança do grupo, porque entra e nos ajuda sempre – disse o atacante.

Sem falar com a imprensa após a vitória do Rubro-Negro por 1 a 0, o jogador de 17 anos escreveu uma mensagem no Twitter.

"Eu sempre soube que levantar teu nome causaria controvérsia, discórdia, inveja, mal olhado e todas as coisas ruins... Porque tu o Senhor é o Deus que me ilumina e me conduz pelo teu caminho...”, escreveu o jogador.

Depois, no Instagram Stories, o atacante escreveu outra frase para se motivar:

"Não se dê por derrotado e siga adiante", disse, junto com uma carinha triste.