Carpegiani elogia Vinicius e analisa virada rubro-negra no Equador

Carpegiani elogia Vinicius e analisa virada rubro-negra no Equador

Foto: Gilvan de Souza/Flamengo

A noite desta quarta-feira (14) foi mágica para o Flamengo. Diante do Emelec no estádio George Campwell, o Mais Querido contou com a estrela de Vinicius Junior para conquistar a virada e bater os donos da casa por 2 a 1 na Conmebol Libertadores. Após a partida, o técnico Paulo César Carpegiani e o goleiro Diego Alves concederam entrevista coletiva no palco do confronto.

Sócio-torcedor tem o orgulho de jogar junto em cada vitória: o dinheiro vai para o Futebol e traz mais reforços, revelações e estrutura para o CT. E ainda tem vantagens nas lojas oficiais para comprar o Manto e vestir com orgulho! Clique e faça sua adesão agora.

"O time que começou o jogo imprimiu um bom ritmo, até por ser uma equipe madura e que está invicta na temporada. Qualquer resultado diferente da vitória hoje seria injusto. Fico muito satisfeito pela vitória. O Vinicius entrou muito bem, foi decisivo e contrariou quem fala dele. Se muitos pensam que ele deve jogar pela esquerda, eu discordo. Tem que ser pela direita para driblar, partir para cima. Ele está brigando. Considero um titular, 12º jogador", avaliou Carpegiani.

"Em nenhum momento deixamos de tentar vencer o jogo. Tínhamos o domínio, criamos muitas chances e não marcamos. O pênalti no primeiro tempo foi claríssimo, pela segunda vez fomos muito prejudicados pela arbitragem na etapa inicial", completou.

Quem também falou sobre a partida foi Diego Alves, que analisou a virada. "É dia de enaltecer o bom trabalho feito e falar como nos comportamos. Todos os jogadores sabem da cobrança dentro e fora de campo, hoje assumimos isso e conseguimos um grande resultado. Demonstramos que queríamos a vitória desde início. Tivemos um erro gravíssimo contra nós, o árbitro pediu desculpas. São dois jogos assim. Não queremos nada mais do que ganhar os confrontos", analisou.

O Flamengo volta a campo no próximo domingo (18), às 16h, quando enfrenta a Portuguesa no estádio Kléber Andrade, em Cariacica (ES). A partida é válida pela Taça Rio.