| Futebol

CARTA AO SENHOR CRISTÓVÃO

Por favor, repense suas decisões

 

Caro Cristóvão Borges, já vi várias entrevistas suas, parece ser um cara legal, vejo que é um estudioso e sabe de futebol. A carreira ainda está no início, afinal tem só quatro anos como técnico principal já que foi por muito tempo auxiliar do Ricardo Gomes.

Você pegou a continuidade de um trabalho iniciado pelo Ricardo e foi bem no Vasco em 2011 e 2012, saiu, foi para o Bahia e por lá não venceu o regional e quase caiu com o time no Brasileiro de 2013.

Ano passado teve um elenco recheado de estrelas e bons jogadores no Fluminense, mas não foi bem no Estadual e brigou pelo G-4 ficando de fora da Libertadores no final.

Durante esse tempo todo, as críticas que você recebeu de parte da imprensa e dos torcedores que você monta bem o time, mas se perde nas substituições. Perdoe-me, mas como sou flamenguista pouco acompanhei seus times durantes esses anos e o que sei é pelos noticiários e as mesas redondas que assisto.

Sei que aqui no Flamengo a coisa é totalmente diferente, a pressão é maior e qualquer coisa toma proporções de um Tsunami, mas entenda uma coisa, você não sofre críticas por ser negro, ninguém é racista ou não aceita um negro como técnico do Flamengo. Não, você sofre críticas simplesmente por errar demais, por não saber o que fazer diante de uma dificuldade encontrada dentro de campo, por fazer escolhas equivocadas em algumas escalações e principalmente nas substituições.

Veja, meu caro Cristóvão, são quatro anos como técnico e as mesmas críticas que os torcedores do Vasco faziam em 2011 e 2012, a torcida do Flamengo faz em 2015. Isso mostra que, diferente da evolução do time que você tanto prega, você mesmo ainda não evoluiu como técnico.

Para citar como exemplo o Cuca, que é loiro e tem olhos azuis, sofreu com essa mesma fúria das arquibancadas em 2009, e qual era a fama do Cuca, montava bons elencos, fazia bons trabalhos mas não ganhava, não era campeão, e olha que o primeiro título dele foi justamente no Flamengo em 2009 no tri estadual. Cuca saiu, evoluiu e hoje muitos daqueles que o xingavam em 2009 (inclusive eu), hoje o pedem para ser técnico do Flamengo.

Um outro bom exemplo é o Levir Culpi, que de forma pejorativa muitos da imprensa e de torcedores o apelidaram de “Levar Culpa”, só para constar, ele não é negro, mas hoje comanda um time que apresenta o melhor futebol de uma equipe de futebol no Brasil.

Como eu disse no inicio deste texto, você é estudioso e entende sim de futebol, mas precisa evoluir, precisa amadurecer ainda como técnico, infelizmente hoje, o cargo de técnico do Flamengo ainda não é para você, o Flamengo é enorme e até nomes mais consagrados não suportaram a pressão que é ser Técnico do Flamengo.

Sei que você pode pensar, quem é esse cara que me escreve isso, o que ele sabe de futebol? Não sei nada Cristóvão, fui peladeiro, levei a sério o futebol nas categorias de base e tive chances de me profissionalizar mas por motivos familiares não aconteceu, hoje sou apenas um corneteiro que ama futebol e acima de tudo ama o Flamengo.

Você com certeza sabe muito mais do que eu, ganha MUITO bem para estar onde está, e como não acompanho os treinamentos me limito apenas a ver os jogos sentado no meu sofá onde o campo de visão é apenas aquele que as câmeras conseguem captar, mas ainda assim consigo ver um jogador cansado e sei que você pode ao menos mexer no time três vezes.

Espero que você atinja um patamar bem elevado e se transforme no técnico que eu acho que você pode se tornar, como disse antes, você tem potencial, mas espero que hoje você perceba que ainda não está a altura do Flamengo e peça para sair, para o seu próprio bem e para o bem do Flamengo.

Boa sorte na carreira, que um dia você volte não como o Mourinho do Pelourinho, mas como o Cristóvão Borges.

 

SRN!!! 


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.