| Futebol

CAS marca audiência de Guerrero para dia 3 de maio, data final da pena

Defesa do atacante do Flamengo quer a absolvição do atleta, enquanto a Agência Mundial Antidoping pediu à Corte Arbitral do Esporte aumento da suspensão para dois anos

flameng - CAS marca audiência de Guerrero para dia 3 de maio, data final da pena

Paolo Guerrero aguarda com ansiedade o dia 3 de maio, quando a suspensão de seis meses por doping chegará ao fim, desde o fim de 2017. A data ganhou mais importância para o atleta já que a Corte Arbitral do Esporte (CAS) marcou para este mesmo dia a audiência final do recurso do atacante do Flamengo.

A informação foi inicialmente publicada pelo jornal "O Globo".

Agora, são dois os cenários possíveis. A defesa de Guerrero pede a absolvição total do atacante, liberando o peruano para defender o Flamengo de imediato - ele está inscrito na Copa Libertadores e tem contrato até 8 de agosto - e o colocando em condições de disputar o Mundial da Rússia por sua seleção.

No entanto, em março a Agência Mundial Antidoping (WADA) enviou apelação à Corte Arbitral do Esporte pedindo o aumento da pena de Paolo Guerrero para dois anos - período superior à primeira suspensão definida pela Fifa ao atleta, que depois, em dezembro, foi reduzida para seis meses.

Com a audiência marcada para o data final da suspensão de seis meses, não há mais chance do camisa 9 voltar a atuar pelo Rubro-Negro antes do previsto.

A demora para marcar a apresentação do recurso pedido pela defesa do peruano no mês de janeiro irritou os advogados de Guerrero. Na Gávea, enquanto a pena se aproximava do fim, a partir de fevereiro, o entendimento era de aguardar o dia 3 de maio sem expectativas de diminuição da pena.

O receio dos diretores e departamento jurídico é justamente o caso sofrer uma reviravolta já perto do fim, como a aceitação da apelação enviada pela WADA,

RELEMBRE O CASO

Paolo Guerrero foi flagrado no exame antidoping no dia 6 de outubro, em jogo das Eliminatórias Sul-Americanas para o Mundial da Rússia, entre Peru e Argentina. Em 3 de novembro, a Fifa o suspendeu preventivamente por 30 dias.

Em 8 de dezembro, a Fifa anunciou a suspensão do atacante por um ano e depois, em 20 de dezembro, reduziu o afastamento do atleta em seis meses, aceitando o recurso da defesa do jogador, que desde então tenta a absolvição.

Na terça-feira, dia 20 de março, Guerrero voltou ao Ninho do Urubu e reencontrou os companheiros de Flamengo. O atacante estava impedido de utilizar as instalações do clube e vinha mantendo a forma física na Argentina.

A liberação de Guerrero ao dia a dia do Flamengo estava prevista no Código Antidopagem da Fifa, que diz que o atleta "poderá regressar ao treinamento com uma equipe ou ao uso das instalações de um clube durante o último quarto do período de suspensão imposto, se este for inferior a dois meses".

Fonte: http://www.lance.com.br/flamengo/cas-marca-audiencia-guerrero-para-dia-maio-data-final-pena.html

Comentar pelo Facebook