Mais casos de Covid-19 estão aparecendo entre atletas profissionais no futebol brasileiro. De acordo com o secretário geral da CBF, Walter Feldman, quatro jogadores do Atlético-GO testaram positivo às vésperas da partida contra o Flamengo, nesta quarta-feira, às 20h30, pelo Campeonato Brasileiro. Além deles, um da Chapecoense e um árbitro estão contaminados.

— Recebemos o resultado do [Hospital Albert] Einstein dizendo que quatro atletas do Atlético-GO, um da Chapecoense e um árbitro testaram positivo. Rapidamente as medidas estão sendo tomadas — disse Feldman, ao 'Fox Sports', que preferiu não revelar o nome de nenhum dos profissionais envolvidos.

O Dragão, no entanto, diz não ter recebido qualquer contato da CBF a respeito dos testes positivos. O GLOBO entrou em contato com o clube, que garante ainda estar aguardando a documentação da entidade com o resultado dos exames. 

Segundo a Rádio Sagres, de Goiânia, o Dragão irá realizar — se confirmado os testes positivos — uma contraprova para tentar a liberação dos jogadores para a estreia na Série A.

É certo que esses quatro jogadores treinaram normalmente ao lado dos outros atletas do elenco nesta terça-feira pois o Atlético-GO ainda não havia recebido o resultado dos exames.

Adversário nesta quarta-feira, o Flamengo também garante não ter recebido qualquer tipo de comunicado por parte da CBF ou do clube goiano.

— Acabamos de chegar [em Goiânia]. Um pouco mais tarde vai ter o evento do dia, coisa normal de jogo. Não estamos sabendo de nada, é surpresa para mim — declarou o vice-presidente de futebol, Marcos Braz, ao canal 'Paparazzo RN'.