• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

CBF veta retorno de público aos estádios; Flamengo e FERJ não participam de reunião

O retorno do público nos estádios está em pauta essa semana. Na última quinta-feira (24), a CBF, os clubes da Série A do Campeonato Brasileiro e as Federações, se reuniram, porém, este assunto não debatido. No entanto, neste sábado (26), uma nova reunião aconteceu e a entidade vetou a presença de torcida nas arquibancadas. O cenário será reavaliado dentro de 15 dias. A informação foi inicialmente divulgada pelo Globo Esporte.

Neste encontro, 19 clubes da Série A e as federações dos estados estiveram presentes, com exceção do Flamengo e da FERJ. A decisão por vetar o retorno do público foi unanimidade entre todos os presentes. Na última quinta, a reunião feita terminou em discussão por conta do assunto. Isso porque Rogério Caboclo, presidente da CBF, e Rubens Lopes, presidente da FERJ, discordaram sobre o tema e houve um bate-boca.

Vale destacar que o Flamengo e a federação do Rio de Janeiro são a favor do retorno imediato dos torcedores às arquibancadas. Além disso, o governo do Estado do Rio de Janeiro também apoia esta medida. Os outros 19 clubes da Série A, em sua maioria, apoiam a volta do público, porém, somente se acontecer em todos os estados. No entanto, devido à pandemia do novo coronavírus, cada local do Brasil vive uma realidade diferente.

De acordo com o aval da Prefeitura do Rio, a primeira partida que poderia receber público aconteceria no mês de outubro, dia 04. O Flamengo encara o Athletico Paranaense no Maracanã e, caso a CBF autorizasse, o Rubro-Negro poderia colocar os ingressos a venda, cerca de 30% da capacidade total do estádio.

Publicado em colunadofla.com.