| Futebol

Chamamento à Nação! Somos Todos Flamengo!

flameng - Chamamento à Nação! Somos Todos Flamengo!

Salve, Salve, Nação Mais Linda do Mundo!

Neste início de semana retorno a este espaço democrático para aguçar a capacidade de discernimento de nossa imensa Nação e tentar impulsionar de uma vez por todas nosso suporte irrestrito ao Mais Querido! Afinal de contas a derrota de ontem, para o Internacional, jogou um balde de água fria em muitos de nós, mostrando-se difícil de digerir até agora. Mas podemos e DEVEMOS retirar valiosas lições diante do amargo revés neste cotejo.

Como diria meu avô, é muito mais fácil aprender com os erros do que com os acertos. Isso é de fácil compreensão devido ao fato da derrota nos expor deficiências cujas quais são mascaradas nas vitórias. Quando acabamos derrotados sempre prestamos mais atenção e analisamos mais precisamente os fatos. Em contraposição, nas vitórias temos isso mascarado pela colheita dos louros da glória, quando ouvimos fúteis elogios e temos uma valorização exacerbada amplificada pela vitória, esquecendo-nos de analisarmos vários pontos de vista que falharam quando o resultado final mostrou-se positivo.

Não vou criticar o Zé Ricardo, pois o considero bom técnico, mesmo discordando dele em alguns pontos de vista, principalmente nas escalações. Não criticarei nosso elenco, mesmo considerando que se encontre num patamar entre mediano e bom, ainda achando que deveríamos realizar uma reformulação com troca de algumas peças dando um importante salto de qualidade (fundamental para a consolidação de nosso protagonismo) para o início de 2017. Não criticarei nossa diretoria redentora, mesmo observando alguns erros em pontos fundamentalmente relacionados à pasta do futebol. Não criticarei nossa torcida, passional ao extremo e capaz de ir do céu ao inferno num intervalo de 90 minutos.

É muito confortável analisar os fatos e apontar defeitos após o resultado. Se apenas assim eu procedesse, caracterizaria desídia e oportunismo, dois adjetivos que abomino de forma exemplar, procurando não vinculá-los a meu nome.

Partindo do exposto, dou início à conclamação pela união indissolúvel da Nação Rubro-Negra. Nação apaixonada pelo maior e melhor time do mundo. Arrebatada pela honra e glória de ser Flamengo. Inebriada e extremamente orgulhosa de envergar o PRIMEIRO E ÚNICO “Manto Sagrado”! Nação que sofre nas derrotas, sentindo na carne as feridas expostas pelos adversários. Mas que não esmorece, mesmo ao pior revés. Mesmo face à mais acachapante derrota. Nação imensa, absurdamente grande. Digna de governar-se por si mesma. A mais inclusiva. A de maior diversidade e mais democrática de todas. Que engloba todas as classes sociais, todas as raças, todos os credos e todos os sexos indiscriminadamente. Onde basta-se o simples fato de ser Flamengo para chamar irmão. Onde não se distingue maiores, mais nobres, mais ilustres ou mais importantes torcedores. Nação onde todos somos um só! Um só grito, uma única voz, um só coração, um só canto eternizado no Maracanã, nosso eterno palco.

Deixemos os “antis” se corroerem de inveja! Danem-se! Que recolham-se à sua insignificância. Que fiquem com suas mirabolantes teorias conspiratórias, sofismas e falácias pusilânimes. Que continuem tentando nos desmerecer, criando subterfúgios astênicos na tentativa ignóbil de tentar mascarar a grandeza inalcançável de nosso amado Flamengo. Nada disso nos atingirá. Nada nos deterá! Isso nos motiva, nos une, nos torna indivisíveis! Porque no final de tudo, seremos campeões. Contra tudo e contra todos! Vencendo adversidades que só o inexpugnável poder rubro-negro consegue. Transpondo barreiras com a avassaladoramente destruidora carga aríete de que só a imensa Nação é capaz de gerar. Como uma bomba atômica. Como a fúria de um vulcão ou a capacidade devastadora de um tsunami varrendo tudo o que há pela frente. Deixando todos estupefatos com seu maravilhoso poder magnético.

Termino com frases cantadas lindamente pela Nação mais linda do Mundo em nosso palco mais iluminado desde sempre:

“Eu, sempre te amarei, onde estiver estarei, ó meu MENGO!”
“Eu teria um desgosto profundo, se faltasse o Flamengo no mundo!”
“Vencer, vencer, vencer! Uma vez Flamengo, Flamengo até morrer!”

Tenham uma ótima semana! Cabeça erguida e vamos à luta!
“O FLAMENGO SIMPLESMENTE É”!

Saudações Rubro-Negras a todos!

Fabio Monken

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2016/10/chamamento-nacao-somos-todos-flamengo/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.