| Futebol

Chances: Atlético-MG fica perto da Libertadores, e Coritiba ganha fôlego

Galo tem 63% de probabilidade de chegar à competição continental via Brasileiro; Coxa aproveita triunfo sobre o Flu para respirar, e Vitória se complica no Z-4

Tabela Chances Libertadores após 33ª rodada (Foto: Fonte InfoBola)(Foto: Fonte InfoBola)

A cada rodada, uma reviravolta. Uma não, mais de uma, em pontas diferentes da tabela. A apenas cinco rodadas do fim do campeonato, a gangorra deste fim de semana colocou Atlético-MG e Coritiba no alto, cada um com sua briga. O Galo, que bateu o Palmeiras em São Paulo, mesmo jogando com os reservas, tem agora 63% de chances de se classificar pela Libertadores via Brasileirão. O Coxa, que superou o Fluminense em casa, viu seu risco de rebaixamento cair de 56% para 26%.

Os dados são do site Infobola, do matemático Tristão Garcia, que a cada rodada atualiza chances de título, Libertadores e rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Veja no vídeo abaixo todos os gols da 33ª rodada.

Como se não bastasse ter aumentado suas chances de Libertadores via Brasileiro, o Atlético-MG ainda tem o caminho alternativo da Copa do Brasil, caso conquiste o título. A batalha mineira contra o Cruzeiro começa nesta quarta-feira, no Independência, e continua daqui a duas semanas, no Mineirão. A Raposa, por sinal, está praticamente garantida na competição continental, com 99% de chances, assim como o São Paulo, com 97%. O Galo, quarto colocado no Brasileiro, ainda joga três vezes em casa. Por isso tem 63%, número superior ao do Grêmio, terceiro colocado, que tem 40%. O Inter, sexto do Brasileirão, é o quarto em chances de Libertadores, com 43%, pelo mesmo critério que vale para o Galo.

 

- Estamos em rodada ímpar. Os times que jogaram em casa terão três jogos fora e dois em casa. Atlético-MG e Internacional terão três jogos em casa e dois fora. Isso faz bastante diferença, sobretudo com o equilíbrio no número de pontos. Mas isso não quer dizer que quem joga em casa vai aproveitar – explica Tristão Garcia.

A disputa para uma vaga na Libertadores agora envolve sete equipes que podem conquistar cinco vagas. O Cruzeiro, líder com 67 pontos, pode abrir uma vaga se vencer a Copa do Brasil. O São Paulo, vice-líder com 62, está vivo também na Copa Sul-Americana. Se for campeão, nada mudará, pois deve conquistar também um lugar no G-4 (a vaga na Sul-Americana só tem efeito se o campeão não se classificar por seu próprio país).

Se o Atlético-MG for campeão da Copa do Brasil, Grêmio, Internacional, Corinthians e Fluminense terão um concorrente a menos na briga por duas vagas. Teoricamente, o mesmo valeria para o caso de título do Cruzeiro, mas dificilmente os rivais alcançariam a Raposa na tabela do Brasileiro. 

Tabela Chances Rebaixamento após 33ª rodada (Foto: Fonte InfoBola)(Foto: Fonte InfoBola)

No pé da tabela, a briga é de foice. E qualquer resultado pode mudar o panorama. Coritiba e Vitória que o digam. O Coxa conseguiu segurar o Fluminense em casa, venceu por 1 a 0 e viu seu risco de rebaixamento cair de 56% para 26%. Quem segurou o bastão foi o Vitória, que perdeu em casa para o São Paulo por 2 a 1, tinha 47% de risco na última rodada e agora viu o número subir para 65%.

Quem lidera as possibilidades de queda é o Criciúma, com 96%. E a torcida catarinense chegou a ter um gostinho de melhora, com o time abrindo 1 a 0 sobre o Cruzeiro no Mineirão. Mas a Raposa reagiu, virou para 3 a 1 e afundou o Tigre. O Bahia, que visitou o Goiás e perdeu por 3 a 0, tem agora 92% de risco. O Botafogo, que também perdeu na rodada (para o Atlético-PR, 2 a 0), amarga 81%. E o Vitória completa o grupo no Z-4.

Tabela Chances título após 33ª rodada (Foto: Fonte InfoBola)(Foto: Fonte InfoBola)

A briga pelo título continua muito favorável ao Cruzeiro. O líder do campeonato tem 83% de chances de se sagrar campeão, contra 13% do São Paulo. Outros quatro times aparecem empatados e se apegam a um fio de esperança. Grêmio, Atlético-MG, Corinthians e Internacional têm apenas 1% de chances de superar a Raposa ao fim da temporada. A vantagem do Cruzeiro para o São Paulo é ligeiramente menor que a da última rodada, quando a comparação era de 85% a 10%. O Inter, que tinha 2%, caiu para 1%. E o Fluminense, que ainda tinha esperança, nesta rodada já aparece sem chances de título, segundo o matemático.

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.