Chapa Azul deve ouvir Rodolfo Landim, visando união política

Chapa Azul deve ouvir Rodolfo Landim, visando união política
Na noite da última terça-feira, o grupo político Sócios Pelo Flamengo – principal aliado do atual presidente do clube Eduardo Bandeira de Mello – se reuniu para decidir os rumos que irão tomar nas eleições deste ano. Contudo, pouca coisa fora decidida e, por enquanto, apenas uma certeza: irão ouvir as propostas de Rodolfo Landim, candidato da oposição, segundo informou o Globo Esporte.

Ainda segundo o site, nada está decidido, pois há alguns pontos de discórdia entre os participantes do mesmo grupo. Apesar disso, a tendência é que haja uma união entre a Chapa Azul e a Chapa Verde, que foram concorrentes na eleição de 2015. Durante a reunião, que durou bastante tempo, a votação foi apertada e não houve consenso entre os participantes da chapa que apoia Bandeira de Mello.

Contudo, a maioria dos integrantes do SóFla – como são conhecidos – foram a favor de apoiar a candidatura de Landim. Com isso, o candidato será ouvido em breve. Agora, pelo lado que se opôs ao candidato concorrente, está o fato de querer lançar Pedro Almeida, vice-presidente de Gabinete da Presidência, como candidato, o que fez o nome do VP entrar em pauta. Apesar de virar opção, Pedro tem pouco apoio na Gávea, inclusive de integrantes do grupo pelo qual faz parte.

Apesar do pleito acontecer somente no final de 2018, o cenário eleitoral começa a ficar desenhado no Mais Querido. Rodrigo Dunshee, presidente do Conselho Deliberativo, confirmou a sua pré-candidatura. Maurício Gomes de Mattos, vice-presidente geral do Fla, também é pré-candidato. Marcos Bráz tem bastante influência nos bastidores e pode concorrer, enquanto que Cacau Cotta, candidato em 2015, deve se candidatar ao pleito novamente.