Chega de blá, blá, blá!!!

Chega de blá, blá, blá!!!

Salve, salve Nação mais linda do mundo!

Mais um jogo pelo deficitário e ilógico Cariocão 2017! Mais uma eliminação para o medíocre, acéfalo, inoperante e moribundo time presidido pelo lambedor de charutos. Isso é um descalabro! Uma vergonha! Um acinte à massa flamenga! Isso não pode acontecer. Não nestes tempos. Não nessa época onde há um abismo técnico incomensurável entre as duas equipes. Nunca houve tanta vantagem técnica a favor do flamengo na história recente. Mesmo assim conseguimos colher mais uma eliminação estapafúrdia no campeonato. Fomos ‘invictamente’ eliminados por duas vezes, meus amigos!

Agora eu pergunto: o que acontece com o Flamengo? O que precisamos fazer para que o time renda o esperado? Como fazermos deste time uma equipe vitoriosa a partir de agora? São perguntas dificílimas de responder. Explico: ano passado, colhíamos os louros da glória (mesmo terminando em 3º no brasileirão) devido ao fato de não esperarmos muita coisa de um elenco mediano que foi colocado uma prateleira acima com a vinda do Diego na janela do meio do ano. A classificação para a Libertadores foi lucro. Sim, lucro! Quem esperaria que Gabriel, Fernandinho, Cirino, Márcio Araújo e cia. fossem render o que renderam no final da temporada? Isso fez com que terminássemos classificados muito acima do esperado.

Veio então a virada do ano e a maior qualificação do elenco. Daí pensamos: esse é o ano da mudança! Afinal seremos campeões! Será mesmo? Tenho muitas dúvidas a respeito disso. Posso dizer, inclusive, que estou cético quanto a títulos este ano. Não acredito que sairemos da fila no brasileiro e muito menos na Libertadores. Digo isso porque vejo o time em decadência. Sim, decadência técnica e, precipuamente, tática. Nossos jogadores não estão rendendo o que se espera deles há muito tempo. Na minha opinião, o time começou a sua decadência técnica no final da temporada passada, onde começou a ser inconsistente nos jogos finais do Brasileiro de 2016. E da lá pra cá, não evoluímos nada.

Sem querer entrar em discussão sobre padrões táticos e evoluções técnicas, posso afirmar que o time parou no tempo. Tirando as duas apresentações na Libertadores: contra o San Lorenzo (lembrem-se que os argentinos faziam seu primeiro jogo oficial no ano e que os 4 a 0 vieram no segundo tempo, quando eles já não tinham mais pernas pra correr) e contra o Universidad Católica (dominamos o jogo todo e perdemos a partida, numa bola bandida, devido à nossa própria incompetência ofensiva e péssimo poder de finalização – lembrem-se que tivemos pelo menos 3 chances claríssimas de matar o jogo), não estamos jogando o necessário para fazer jus ao elenco que temos.

Após expor todas essas nuances, chegou a hora das cobranças! Cobranças por resultados! Não me importa que seja com ou sem o Zé Ricardo, realmente não estou me importando. O time não está rendendo. Fato! O time precisa de evolução. Fato! O time tem padrão de jogo, mas nada que agrade. Fato! Falta ser mais incisivo, faltam jogadas trabalhadas, falta muita coisa. Fato! Agora, é necessário cobrança! Efetiva! Chega de blá, blá, blá! Chega de coletivas pré-ensaiadas e a mesma “bullshit” toda vez que alguém for ao microfone. Nosso treinador já está sentindo a pressão! Na última coletiva ele estava nítidamente nervoso e vacilante, inclusive gaguejando em alguns momentos.

Mas Zé Ricardo não merece suportar toda essa pressão sozinho. A diretoria, a presidência, a vice-presidência e principalmente os jogadores devem sofrer com essa pressão. Todos devem ser cobrados; indiscriminadamente! O time não está apresentando um futebol à altura há bastante tempo. Isso é falta de cobrança! Isso é falta de postura! E deve ser cobrado! Resultado! Resultado! Isso é o que queremos. O time pode perder, lógico! Isso é futebol! Mas não podemos perder e nem sermos desclassificados adotando a postura que está sendo apresentada. Isso é psudo-profissionalismo! Vocês: jogadores, comissão técnica e diretoria, sabem do que eu estou falando!

CT de primeiro mundo, câmara hiperbárica, GPS, Greenleaf, Nutrição, excelência estrutural e salários dignos (muito maiores até do que salários de presidentes de multinacionais)! Tudo isso pra quê? Para sermos eliminados por um time medíocre numa semifinal? Para apresentarmos esse futebolzinho meia-boca que temos apresentado? Onde está realmente a vergonha em suas caras? Honrem tudo isso! Comecem a dar frutos e a reacender a nossa esperança em termos realmente um time compatível com o investimento financeiro! Comecem a jogar pela torcida! Senão por eles, pelos seus familiares, por Deus, ou pelo diabo que os carregue! Mas joguem! Façam jus a esse manto! Honrem as calças que vestem!

O recado está dado! E o início da virada deve ser na próxima quarta-feira! A Nação apoiará como sempre faz, mesmo com o time não se apresentando como deveria e nem com a qualidade que esperamos que tenha (ah, como eu gostaria ter futebol e idade para jogar no Mengão e deixar TUDO no campo de jogo…). Então bola pra frente! Vão à luta e façam valer o mando de campo aproveitando a força da magnética nas arquibancadas! Desenvolvam todo o futebol que vocês mantiveram guardado neste início de ano. Avante Mengão! A próxima quarta-feira pode ser o início de uma bela virada com a retomada dos grandes resultados e, principalmente, das boas atuações (isso realmente importa muito mais do que os resultados), ou o início de um longo período turbulento e sujeitos a raios e trovoadas no clube mais querido do Brasil…

O Flamengo simplesmente é!!!
Saudações Rubro-Negras a todos!

Fabio Monken

Sugestões? Críticas? Elogios?
Deixe seu comentário e faça-o com educação e respeito.
O Debate SEMPRE é salutar, mas a ignorância e a falta de educação são os combustíveis dos fracassados!