| Futebol

Chegada de Diego faz programa de sócio-torcedor do Fla sair da inércia

Em queda vertiginosa após "boom" provocado pela contratação de Guerrero, Nação Rubro-Negra tem quase 800 adesões desde anúncio do ex-santista como reforço

flameng - Chegada de Diego faz programa de sócio-torcedor do Fla sair da inércia

O programa de sócio-torcedor do Flamengo viveu seu auge em agosto de 2015, alavancado pela chegada avassaladora de Guerrero. Além da contratação impactante, o atacante iniciou sua trajetória com três gols em mesmo número de jogos, e o número de associados superou a casa dos 70 mil. A sequência foi decepcionante. Não apenas o peruano caiu demais de produção, mas também o time colecionou fracassos, eliminações e derrotas para o Vasco. Resultado: o Nação Rubro-Negra despencou da sexta para a nona colocação em número de sócios. Com a aquisição de Diego, anunciada oficialmente na terça-feira, o Nação renasceu e fechou a sexta-feira como líder de adesões na semana, com quase 800 novos sócios-torcedores, quantia superior à obtida pelo clube que o seguiu, o Vila Nova.

Nas primeiras 24 horas posteriores à confirmação de Diego como novo astro rubro-negro foram mais de 600 novas assinaturas, e tanto o marketing do Flamengo quanto a Golden Goal, empresa que toca o sócio-torcedor do clube, atribuem tal crescimento não só à chegada do meia, mas também a uma ação feita nas lojas oficiais. Ao comprar a camisa original, o flamenguista que optasse por se associar ao Nação Rubro-Negra não seria cobrado na primeira mensalidade. Além disso, não pagaria os R$ 40 para personalizar a peça. O retorno foi positivo, e o Fla bateu recorde de adesões feitas em pontos físicos - os números não foram divulgados.

Ciente de que o boom de adesões deu-se sobretudo no primeiro dia seguinte à contratação de Diego, o diretor de marketing do Flamengo, Bruno Spindel, prometeu novas ações junto aos sócios-torcedores para permitir que o Nação Rubro-Negra volte a ter números expressivos. E as promoções não serão restritas ao camisa 35.

- A gente vai continuar fazendo ações com todos os atletas do grupo. Atendemos mais de sete mil sócios-torcedores com experiências nos últimos 12 meses, criamos conteúdos exclusivos, revista e pontuação para trocar pelas experiências. Além disso, ampliamos a rede de descontos, fizemos diversas promoções para divulgar os programas e incentivar as adesões. Mostramos boas práticas de gestão para que o clube, com o auxílio do sócio-torcedor, possa investir cada vez mais no futebol. O que foi feito até hoje não seria possível sem o apoio do sócio-torcedor, ele é parte fundamental do crescimento. Nesse momento específico, as lojas oficiais têm sido muito procuradas para novas adesões. Até domingo ainda tem a promoção do primeiro mês grátis para quem aderir nas lojas. E ele ainda ganha a personalização gratuita da camisa após virar sócio-torcedor. É muito bom ver no torcedor o orgulho de ser rubro-negro e demonstrar essa vontade de estar próximo do clube e fazê-lo cada vez mais forte sendo sócio-torcedor. A maior torcida do mundo sempre joga junto e com certeza fará o programa crescer mais a cada dia - disse Spindel.

Depois de um longo período fechando os meses com saldo negativo na relação desistências/cancelamentos x adesões, o Flamengo acredita que enfim encerrará julho no azul neste quesito. O Rubro-Negro atualmente é o nono clube brasileiro no ranking dos programas de sócio-torcedor, com 53.678 (até 22h de sexta-feira).

Fonte: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/flamengo/noticia/2016/07/chegada-de-diego-faz-programa-de-socio-torcedor-do-fla-sair-da-inercia.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

1 Comentário

Eduardo RebeloHá 4 meses

Agora é trabalhar para a reforma/ampliação da Gávea (lotação: 15.000 pessoas) e, se possível, assumir o Maracanã. Aí o Prog. de ST vai DECOLAR....SRN

Carregar mais