Cinco destaques do Flamengo na Copinha para ficar de olho

Cinco destaques do Flamengo na Copinha para ficar de olho

O ano de 2017 foi de bons frutos para a base do Flamengo: Lucas Paquetá brilhou, Vinicius Junior despontou e Lincoln apareceu. Mas a fonte de talentos rubro-negra parece estar longe de secar. A campanha que culminou no título da Copa São Paulo de Futebol Júnior, nesta quinta-feira, expôs algumas das próximas promessas do clube da Gávea. Confira cinco destaques da campanha que merecem a sua atenção:

LEIA TAMBÉM: Como foi a vitória do Flamengo sobre o São Paulo na Copinha

Yago (goleiro)

Se a taça da Copinha de 2018 ocupará um lugar na sala de troféus da Gávea, é graças ao goleiro de 18 anos. Na decisão do torneio, Yago mostrou que, além de qualidade técnica, tem boa leitura de jogo e a frieza necessária para reverter momentos de adversidade.

Dantas (zagueiro)

Um dos mais experientes desse grupo precoce, o zagueiro de 19 anos está no Flamengo desde 2013. Nesse período, teve sua maturação atrapalhada por duas lesões no joelho, uma delas gravíssima, que o afastou dos gramados por sete meses. Na Copinha, porém, demonstrou segurança e um poderoso chute de fora da área.'

LEIA AINDA: Garotada do Flamengo brilha no Carioca mais uma vez

Pepê (meia)

A breve trajetória do armador é de altos e baixos. Enquanto uns consideram que lhe falta estar ligado às partidas, outros acreditam que sua qualidade técnica não pode ser desprezada. Durante a competição, foi emprestado ao time principal e marcou belo gol na vitória por 2 a 0 sobre o Volta Redonda, na estreia do Campeonato Carioca.

LEIA MAIS: Fla é punido com dois jogos de portões fechados na Liberta

Lucas Silva (atacante)

Tipo de jogador que mais se produz hoje no Brasil, ponta rápido e habilidoso, Lucas Silva nem sempre tem um desempenho de alto nível. Mas é um dos mais regulares do time e constrói, pelo lado esquerdo, algumas das jogadas mais perigosas do sub-20 rubro-negro. Estreou nos profissionais contra o Volta Redonda, na abertura do Carioca.

Vitor Gabriel (atacante)

O artilheiro do time deixou uma bela marca na Copinha: nas quartas de final, contra o Avaí, atravessou o campo, deu um drible da vaca no caminho e finalizou com precisão. O gol do atacante de 17 anos foi, para muitos, o mais bonito da competição. Forte e habilidoso, ele tem sido comparado, nas redes sociais, até a Adriano Imperador.