A temporada 2017 do Flamengo não vem sendo exatamente do jeito que o torcedor imaginava. Grande objetivo da temporada, a Libertadores foi uma decepção, assim como a participação do clube no Brasileirão.

Neste contexto bastante irregular, uma das gratas surpresas foi a afirmação do volante Gustavo Cuéllar. Reserva com outros treinadores, o colombiano ganhou espaço nas últimas semanas de Zé Ricardo e tomou conta de vez da posição com a chegada do compatriota Reinaldo Rueda.

Em entrevista ao ​UOL, o meio-campista falou sobre o bom momento que vive no clube e revelou muito orgulho de vestir o manto rubro-negro e jogar no Maracanã:

O Maracanã é incomparável. É um templo do futebol, a casa do esporte no Brasil. São muitas histórias que escutamos em toda parte do mundo. Na Colômbia, os atletas sonham sempre em jogar em grandes estádios, e o Maracanã é um deles. Este ano realizei um dos meus sonhos, fui campeão lá, mas ainda quero mais. O Fla-Flu é um clássico muito conhecido. Grandes jogadores disputaram, como Zico e Romário. São muitos gols inesquecíveis. É um clássico mundial – afirmou. 

– É uma alegria enorme. A gente só tem a real noção da dimensão do Flamengo quando veste esta camisa. É um clube do tamanho do Brasil. Há torcedores em todos os lugares, impossível se sentir sozinho. Levarei para o resto da minha vida. Não é fácil você sair da sua casa, ir para outro país e dar um retorno rápido. Quando isso acontece é motivo de orgulho, não só para o atleta, mas para a família e o povo colombiano – completou Cuéllar. 

​​