| Futebol

Coluna do Torcedor: “A Zé o que é de Zé”

flameng - Coluna do Torcedor: “A Zé o que é de Zé”

Saudações Rubro Negras.

Nem o mais otimista dos torcedores imaginaria estar disputando o título brasileiro tendo no time Pará, Rafael Vaz, Gabriel, Fernandinho, Damião…

Pois é, existem diversos fatores que contribuem para esse momento maravilhoso que o Mengão está vivendo. Nosso Centro de Excelência e Performance é um deles. Nenhum atleta entra “meio barro meio tijolo” no jogo, só entra quem está no melhor da forma física, e os atletas são muito bem preparados para isso. Outro é a Diretoria ter enxergado que o título vale mais do que jogar em Manaus por um milhão de reais. Isso reduz o desgaste do elenco. Nos deram uma “casa” fixa e esse desempenho de 100% em Cariacica reflete isso. Os jogadores se acostumaram a jogar lá. Até o jogo do Pacaembu foi bem pensado, já que também é perto, já jogamos lá esse ano e vai dar um “tapa” no STJD que proibiu nossa torcida de SP de acompanhar o jogo de quarta.

Mas não podemos negar que o principal fator do nosso sucesso é o belíssimo trabalho do Zé Ricardo. É impressionante como os jogadores conseguem reproduzir fielmente as jogadas de treinamento durante os jogos. O gol de Fernandinho contra o Vitória saiu de uma jogada que foi executada da mesmíssima maneira contra a Ponte Preta no segundo tempo (convido os amigos a assistirem), quando Aranha defendeu. Zé Ricardo não entrou com Guerrero sábado somente porque o mesmo não teve tempo para treinar com o grupo. E acertou, porque Damião teve papel fundamental no gol do Fernandinho. De uns 5 jogos para cá fui obrigado a me render à importância que Márcio Araújo tem no time, ele inclusive passou a dar passes para frente e até arriscou alguns chutes nos últimos jogos, coisa rara no primeiro semestre. Além disso, Márcio Araújo tem desempenhado papel tático espetacular, flutuando entre as duas linhas e orientando companheiros quando sai para dar combate. Eu me rendo!

Se o time fosse escalado por nome, teríamos Sheik, Cirino, Rodinei, Juan, Mancuello e Cuéllar no time titular. Coisa que o Muricy fez e não teve sucesso. Mas Zé Ricardo é meritocrata, coisa rara pra quem é experiente, imagina pra ele… E o mais espetacular disso tudo é que ninguém faz biquinho, pelo contrário, a cada gol do Mengão, TODOS os reservas vão abraçar os titulares, o que mostra além de capacidade tática, uma liderança inquestionável. Está de parabéns!

Obs. Uma falha do Jorge na marcação em linha feita por Pará, Vaz e Réver no gol do Zé Love. Certamente levou um puxão de orelha.

Pitaco: Quarta-feira, jogão de bola, Everton, Guerrero e Gabriel no comando de ataque. Peppa 0x1 Mengão! Golaço de Diego!

Um forte abraço!

Felipe Barbosa

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2016/09/coluna-do-torcedor-ze-o-que-e-de-ze/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.