Coluna do Torcedor: “Hora de ouvir e repensar”

Coluna do Torcedor: “Hora de ouvir e repensar”

É inegável a rejeição do nosso técnico ZR pela maioria da torcida rubro-negra, até alguns defensores dele começam a mudar de opinião sobre a permanência do “comandante” do Flamengo.

Eu, como torcedor do Flamengo, analisando de forma geral, continuo defendendo como sempre defendi a permanência do Zé Ricardo por alguns motivos, o principal sendo a falta de opções no mercado. Temos inúmeros exemplos recentes de técnicos conceituados que falharam feio, seja em escalação, substituição ou filosofia de jogo.

No entanto, nós torcedores percebemos que não há evolução no time no decorrer das partidas, vemos oscilação. Alterar escalação para rodar elenco e preservar jogadores parece não surtir efeito para ZR chegar a um time ideal que não tenha Vaz e Márcio Araújo.

O empate contra o Fluminense serviu para exaltar ao máximo a irritação do torcedor sobre o Zé. Sua persistência em tentar fazer um jogador rejeitado pela torcida dar a volta por cima é a fundamental explicação de tamanha indignação. O que falta para entender que em um dado momento, colocar o jogador na reserva é uma forma de preservá-lo, não de “queimá-lo”? Um ótimo exemplo recente é o Marcelo Cirino, que é rejeitado pela torcida, basicamente pela insistência de ZR com o mesmo.

Em toda a trajetória do nosso técnico no Flamengo, não há melhor momento que o atual para ele ouvir boas críticas e mudar sua forma de comandar o Flamengo sobre o time titular, reserva, substituições e motivação dos jogadores. Temos um ano promissor para o Flamengo, não existe mais tempo nem muito menos oportunidade para erro.

SRN


Quer ver seu texto também publicado na Coluna do Torcedor? Envie para redacao@colunadoflamengo e aguarde nossa resposta!


A coluna acima é de responsabilidade de seu autor e não reflete necessariamente a mentalidade do Coluna do Flamengo.