| Futebol

Coluna do Torcedor: “Pontas? O segredo tá no meio!”

flameng - Coluna do Torcedor: “Pontas? O segredo tá no meio!”

Ainda na trigésima primeira rodada do Brasileirão 2016 começavam as especulações envolvendo o Flamengo. Após o jogo contra o Inter, representantes do Flamengo se reuniram para tentar trazer o Vitinho. Desde então, vários nomes de diversos pontas foram especulados no Flamengo: Tardelli, Marinho, Cecílio, Podolski, Pedro Rocha, Farfán, Neílton, Gabigol e por aí vai.

Até agora nenhuma dessas negociações foi pra frente e parecem ficar cada dia mais difíceis, o que aumenta ainda mais meu questionamento. Por que essa repentina obsessão por contratar pontas? A resposta pra fechar nosso elenco e ter um time competitivo pra Libertadores tá realmente pelas beiradas do campo? Eu acho que não!

Falta leitura e observação do nosso elenco por parte do treinador e diretoria. É óbvio que todo treinador tem suas filosofias e sua forma preferida de jogar, mas um treinador que se limita a um único esquema tende a se tornar ultrapassado rapidamente, o que seria um vexame pra um treinador de 45 anos, ainda mais pra um “estudioso”.

O Zé deixa nítida a preferência pelo esquema com dois pontas, mas quem conhece nosso elenco e avalia o mercado sabe que jogar assim vai se tornar difícil esse ano. Atualmente, temos os mesmos pontas que tínhamos no ano passado, à exceção do Sheik, que já saiu. Gabriel, Éverton, Cirino (pode sair), Fernandinho (quase certa a saída) e Thiago Santos, além de Paulinho, que não deve ficar. Ou seja, pra jogar com dois pontas com o elenco atual, o Zé provavelmente iria com Gabriel e Éverton, com T. Santos e um ou dois perebas com ele na reserva. Um ataque muito fraco pra qualquer campeonato que o Flamengo dispute esse ano. Pra contratar pra posição, pelo visto só temos opções difíceis, como Cecílio e Vitinho. E mesmo que contratemos um deles, ainda vamos depender dos jogadores supracitados como reservas.

Em compensação, temos um meio campo repleto de opções. No local, temos tanto quantidade como qualidade, que nos permitiria jogar num esquema com 2 ou até 3 meias. Pra jogar no meio, temos Diego, Conca, Mancu, Ederson, M. Sávio, Adryan, Paquetá, além de Cafu, que tem vaga no elenco principal, e do Patrick, que deve subir. Temos 9 jogadores que podem jogar no meio, todos com qualidade e alguns entre os melhores do Brasil. Nas pontas, teremos no máximo 5 perebas, dos quais só o Éverton tem futebol pra jogar nesse time e o Tiago ainda não foi realmente testado.

Com nosso elenco, era fácil montar um excelente time. Um 4-4-2, com Cuéllar (Rômulo), Arão, Diego, Mancu (Conca), Éverton (Ederson) e Guerrero; ou até um 4-2-3-1, com Cuéllar, Arão, Conca, Diego, Mancu e Guerrero. Particularmente, prefiro um 4-4-2, com dois meias, um segundo atacante e um centro-avante. A única posição que ficaria meio carente seria a de segundo atacante, que podíamos focar nela pras contratações. A melhor opção pra posição é, na minha opinião, o Tardelli, pois flutua com muita leveza entre os meias e o centro-avante, além de ter velocidade, bom passe e chute.

Aí eu pergunto a vocês: a resposta está realmente em contratar pontas? Se o Zé tiver bom senso e capacidade pra montar um time fora de sua zona de conforto, a resposta fica bem óbvia. Estamos apenas no início do ano e o Flamengo se reapresenta na quarta (11). Temos tempo e jogos suficientes pro Zé testar essas opções, que acredito que condizem mais com nosso elenco.

SRN!

Phellipe Fernandes


Quer ver sua coluna publicada aqui também? Envie para o e-mail redacao@colunadoflamengo.com, com o assunto “Coluna do Torcedor“. O texto será avaliado e, se aprovado, publicado no site.

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2017/01/coluna-do-torcedor-pontas-o-segredo-ta-no-meio/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.