| Futebol

Coluna do Torcedor: “Renova ou não renova?”

flameng - Coluna do Torcedor: “Renova ou não renova?”

Decidi criar uma coluna com os jogadores em fim de contrato no Mengão, seus números e custo-benefício. Só os que estão para acabar este ano. Sem mais delongas, vamos lá:

O Zagueiro chegou sem muito estardalhaço, cercado de desconfiança e logo caiu nas graças do torcedor no primeiro semestre. Mas depois de uma lesão que o tirou dos primeiros jogos do Brasileirão, viu a chegada de três zagueiros relegá-lo a terceira opção da zaga. Foi perdendo ritmo e não voltou a ser o pilar da nossa defesa como no início da nova passagem. Jogou em 29 partidas no ano, até agora 12 no carioca, 3 na Sul-americana, 6 no brasileirão, 4 na copa do brasil e 4 na Liga. Seus números não são animadores. São 36 desarmes no ano, tendo no carioca quase a metade (17), o que dá uma média de 1,24 por jogo. O jogador não soma uma finalização certa sequer e conta com 24 erradas. Triste para quem esperava alguns golzinhos do zagueiro. Também não toma cartões de forma displicente tendo uma média de um cartão amarelo a cada 5 partidas, nenhum vermelho. Sendo um jogador de defesa chega a ser impressionante o número de faltas que é de 1 a cada 5 jogos. É o líder em rebatidas do time 85 fora carioca e liga que não encontrei. E tem 86% de passes certos e ganha 2 a cada 3 bolas que disputa por jogo. A nível de comparação, Léo Duarte com 9 jogos no ano tem média de 2,22 desarmes a maior parte no brasileirão, 1 cartão a cada 4,5 jogos, 87,8% dos passes certos e pouco menos que a metade de jogos aéreos vencidos.

Especula-se que o jogador receba 200 a 250 mil por mês. Ou seja, ao fim do ano o jogador terá embolsado 2,75 milhões na passagem. Conclusão, pagou-se quase 95 mil por jogo, 76 por desarme, 32 por rebatida… Me parece um custo muito alto, embora o jogador tenha decaído em virtude de contusão, o que é provável de acontecer com um jogador de 37 anos.

Um dos jogadores mais contestados do elenco, mas já ultrapassa 100 jogos e está no elenco há três anos. O Baidu antivírus, como tem sido chamado, começou o ano em disputa com Cuéllar, perdeu a vaga com Muricy, mas recuperou com Zé Ricardo e, apesar da eterna discussão da Guerra Civil Rubro Negra, o Time MA está ganhando e o Flamengo tem ganhado junto. Vamos aos números.

MA tem 85 desarmes em 41 partidas no ano, o que dá 2,07 por partida. No Brasileirão a média é 2,4, são 2,9 interceptações, 1,1 faltas com apenas 1 amarelo e 1 vermelho em todo o campeonato ambos no mesmo jogo e 89,9% de passes certos. Claro, há aqueles, como eu, que vão contar a quantidades de passes para trás e para o lado. Seus números são maiores que o do Colombiano com 1,7 desarmes, 0,7 interceptações, 0,7 faltas e sem cartões com 91,7% de passes certos. A ampla vantagem do MA em minutos jogados também deve ser levada em conta, assim como a qualidade dos passes. Confrontados por 90 minutos jogados temos a seguinte configuração.

  Desarmes Interceptações Faltas Passes Curtos Passes Longos
Márcio Araújo 2,6 3,1 1,6 45,3/3,9* 2,6/1,5*
Cuellar 4,3 1,9 1,9 51,9/3,5* 3,6/1,6*

*Em vermelho os passes errados

Minha impressão é que o Colombiano é muito mais jogador que MA. Ninguém sabe ao certo quanto ganha o Baidu a especulação é entre 150 e 200 mil. 30,6 mil para cada desarme, 1500 por passe e ele dá muitos. É muita coisa…

Jogador que está no elenco há um ano e meio. Chegou o ano passado para suprir a carência de meias e foi feliz. Deu classe ao meio ano passado, mas também foi pego no bonde da Stela embora tenha dado a volta por cima. Este ano briga por vaga com Mancuello e tem sido um reserva útil com ótimas estatísticas.

Para nos ater apenas ao Brasileiro, AP chuta 2,6 vezes a cada 90min, no quesito gols tem média de 0,3 a cada 90min, parece pouco, mas Guerrero que é artilheiro da equipe tem 0,4, mesma marca de Damião, e o artilheiro do campeonato Gabriel Jesus tem 0,6. É bem alta! Quando o assunto é assistência são 0,3, 5 no total. Dudú, líder no quesito com 9 no total, tem média de 0,4. AP também é muito participativo quando o assunto são passes chave, passes que resultam em chances claras de gol como escanteios, cruzamentos, assistências para chutes e penúltimos passes com média de 4,9 por jogo. O que quer dizer que se houvessem finalizadores melhores no time, haveriam mais gols.

Matéria sobre a punição dos 30% fala em salários que girariam entre 100 e 200 mil. Difícil de acreditar. Ainda assim, ao renovar, foi anunciado que negociou um aumento. É razoável dizer que seu salário gira em torno de 250 e 350 mil. Alan Patrick é um bom jogador e que vale a pena ter no time. É um cara que muda os jogos com passes decisivos ganhando ou perdendo. Por algum motivo desconhecido, não consegue manter bom ritmo durante e entre os jogos, atuando cansado ou até displicente às vezes. O custo benefício que chama a atenção é o de minutos jogados. São 3,18 mil por minuto! A nível de comparação, é o mesmo que estamos pagando pelo Diego. Gostaria de ter Alan Patrick no time, mas com esse custo não dá. Somado ao valor que o Shaktar pediu se torna impraticável.

Jogador chegou no pacote do fim de ano para disputar com Jorge a posição. Nunca ganhou ou ameaçou o lateral. Os dados são insuficientes para qualquer análise, apesar de ter jogado 400 minutos, portanto vamos ao próximo.

Junto de Guerrero chegou no meio da temporada passada para mudar de patamar um time em criação. Fez bons jogos no ano passado, alguns gols importantes, mas parece não ter mais condições de continuar. Renovou este ano ganhando um aumento de salário o que se provou um erro. Tem apenas 4 partidas no Brasileiro, em nenhuma ficou os 90 minutos, somando 159 minutos ao todo. Seus números são tão desanimadores que não valem a pena citar. Sua melhor marca são os 4 gols do carioca.

Seu salário gira entre 400 e 500 mil. Não precisa fazer contas para ver que o custo benefício é horrível. Me parece bom encerrar a carreira e fazer um jogo de despedida com Juan. Em 2009 fez boa passagem, infelizmente saindo por uma proposta milionária.

Fernandinho é um jogador que veio do Grêmio (aquele time que nos sacaneia de vez em quando e envia uns jogadores esquisitos. André Santos, Elano etc) em baixa, fez alguns jogos ruins no seu início e parecia fadado ao fracasso no Flamengo. Recentemente, como tudo que tem dado certo no Mengão, o jogador tem entrado, feito gols e dado passes importantes nos jogos. Não é uma unanimidade, mas dada a falta de qualidade na posição tem ganhado sobrevida.

O inominável, como costumo falar, já conta com 687 minutos jogados, mais do que Sheik e Chiquinho juntos. Média de 0,3 gols por 90min, 2,4 dribles com sucesso por jogo, mais que AP, líder do campeonato com 1,6, também chama a atenção pelas perdas de posse de bola, seja desarmado, seja por toque errado 6,9. É mais que todos no elenco, até mesmo o odiado Marcelo com 5,5, apesar de terem características opostas (Cirino quase nunca busca o drible).

Como sempre, os valores de salário são complicados. Alguns sites dizem que o Flamengo paga 125, outros 250 mil, e isso seria metade do salário do jogador. Há duas maneiras de avaliar este jogador. O que o Flamengo paga e o seu total. Se o Flamengo pagar 250 mil, o jogador ganharia quase 3 mil por minuto, quase o custo de AP. Não valeria a pena… Se recebe 125 seria metade disso, o que passaria a ser aceitável. Já o salário total com o que recebe do Grêmio ficaria irreal. Minha opinião é de que renovaria se o Grêmio cedesse de graça e se o jogador abaixasse a pedida.

Este foi um exercício de Football Manager, mas todos que vivemos um pouco de Flamengo temos isso. Eu mesmo vivo citando jogadores fenomenais que o Flamengo poderia contratar, mas que talvez não estejam na nossa realidade. É justo observar o custo benefício dos jogadores para de fato ver o que deu certo e o que não. Não seria nenhuma tragédia se o Flamengo não renovasse com ninguém, mas eu investiria em AP e Fernandinho, se o custo diminuísse. E você? Observando os dados, o que faria?

Obs¹: Dados do footstats.net e do whoscored.com

Obs²: O Cálculo do custo benefício advém do salário x 12 meses do ano + 13° dividido pelo que se deseja saber (gols, assistências, desarmes, minutos etc)

Anderson Alves Rocha


Faça como o Anderson, envie também a sua coluna e veja seu texto publicado aqui neste espaço. Envie para torcedor@colunadoflamengo.com, que o avaliaremos e, se aprovado, será publicado na seção “Coluna do Torcedor”.

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2016/10/coluna-do-torcedor-renova-ou-nao-renova/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.