| Futebol

Coluna do Torcedor: “Será que estamos falando do mesmo time?”

flameng - Coluna do Torcedor: “Será que estamos falando do mesmo time?”

Tenho 72 anos de idade e sou sócio torcedor do Flamengo.

Ouço com atenção as manifestações dos jornalistas esportivos que me surpreendem descrevendo performances do time do Flamengo que não correspondem ao que eu assisto. Essa “simpatia” ou condescendência com o Flamengo me parece estar distorcendo a crítica isenta e verdadeira acerca do time atual e do treinador, chamado injustificadamente de “revelação”.

Há muitos anos o Flamengo não tem um time tão caro, com salários em dia e dispondo da melhor infraestrutura para treinamento. Tudo isso criou em nós, torcedores, grande expectativa por títulos e nos torcedores adversários grande quantidade de provocações. Acontece que esses times do Zé Ricardo NÃO SÃO UM TIME DE FLAMENGO! É um time perdedor (perdeu 6 títulos no ano passado e 3, dos 4 que disputou até agora, nesse ano). Perde sempre que não poderia perder, como ontem, o 1º jogo com o Sport depois da decisão judicial. Há muitos anos um time do Flamengo não expõe tanto a sua torcida ao escárnio.

O time do Flamengo é a cara do seu técnico e da Comissão Técnica. Medroso (ontem, no jogo contra o Sport, fazia cera no 1º tempo, quando estava 0 x 0). O técnico é teimoso e, ao que demonstra, não enxerga a tática do adversário nem os desempenhos do seu time. Insiste com um goleiro que falha recorrentemente, com um Arão que não joga bem desde o ano passado, com um Gabriel (sem comentários), com um Damião muito pior que o Vizeu. E ainda marginaliza jogadores caros como Cuellar (jovem de seleção) e Mancuelo (sempre escalado fora da sua posição e para a qual foi contratado).

O time do Flamengo, quanto mais treina fica pior. Não tem padrão tático, não tem jogada ensaiada (nem para escanteios, centros ou cobranças de faltas), não tem saída de bola. É só passes para os lados e para trás. O time não tem objetividade nem penetração, exatamente o que talvez pudessem dar o Cuellar e o Mancuello (este, na falta do Diego) que jogam para a frente (quando o treinador não os impede).

Porque o “Centro de Inteligência”, que diz monitorar jogadores de todo o mundo, recomendou a compra de Berrio e Cirino (tecnicamente deficientes), Rômulo, Ederson e Donatti (habituais contundidos), Damião (que não é artilheiro há mais de 10 anos em diversos clubes) e, agora, o Rodolfo (técnica discutível, longa inatividade e vindo de contusão e cirurgia muito séria) ?

Certo é que, nas primeiras 5 rodadas do Brasileirão perdemos 9 dos 15 pontos disputados. Perdemos 60% dos pontos disputados até agora e já estamos na “zona da confusão”, situação absolutamente incompatível com o investimento feito e com a expectativa gerada na torcida.

Teremos que esperar (ou perder) mais 5 rodadas para que haja uma MUDANÇA GERAL na Comissão Técnica e na estrutura do Departamento de Futebol?

Mario Mesquita


Quer ver seu texto também publicado na Coluna do Torcedor? Envie para redacao@colunadoflamengo e aguarde nossa resposta!


A coluna acima é de responsabilidade de seu autor e não reflete necessariamente a mentalidade do Coluna do Flamengo.

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2017/06/coluna-do-torcedor-sera-que-estamos-falando-do-mesmo-time/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.