| Futebol

Coluna do Torcedor: “Zé Ricardo: Competência? Incompetência? Incapacidade ou imaturidade?”

flameng - Coluna do Torcedor: “Zé Ricardo: Competência? Incompetência? Incapacidade ou imaturidade?”

Após o fracasso de Muricy, Zé Ricardo recebeu um excelente prêmio, uma oportunidade de ouro: treinar, planejar esquemas táticos, escolher e escalar os melhores, comandando o time Mais Querido do Brasil. O rubro-negro carioca. O Flamengo, Flamengaço, o Mengão.

Bem amigos rubro-negros do site Coluna do Flamengo, antes de declinar minha opinião sobre o assunto, quero deixar bem claro que não sou fã do Zé Ricardo, mas serei integralmente imparcial, lúcido e sem fanatismo.

Quando o Zé assumiu o Flamengo, ele pegou um time pra baixo, sem alta estima, sem motivação, sem confiança, desacreditado, sem padrão de jogo sem identidade e sem força. Um time sem “alma”. Só que para felicidade geral da Nação, desde que passaram o comando do Flamengo para o Zé Ricardo, como em um passe de mágica, o Zé conseguiu levantar a auto estima do time, motivou os jogadores, passou confiança para os jogadores (dando oportunidade a todos) organizou e fez com que o time possuísse padrão de jogo. E o time começou a ter força, identidade, credibilidade, ressurgir das cinzas e ter vida. Essa mudança genial começou após o Flamengo bater a Ponte Preta de virada na estreia de Zé Ricardo.

E tudo começou após esse jogo. A partir dali daria inicio as nossas alegrias, nossos sonhos e quem sabe o maior prêmio. O Heptacampeonato!

E assim o Flamengo e o Zé foram seguindo nessa balada: Flamengo conquistou 13 de 17 pontos. Zé Ricardo ignorou o status de interino e foi a 62% de aproveitamento no Fla, sendo melhor que o de medalhões como Muricy, Oswaldo e Mano.

Após resultados satisfatórios no brasileirão e por ter transformado o bando em campo em um time de futebol, o Zé conseguiu a sua recompensa: “ser efetivado no comando do Flamengo”. E por tudo que tem feito até aqui junto com outros profissionais (comissão técnica,médicos e etc) rendeu bons frutos, e passou a brigar, a lutar jogo a jogo, ponto a ponto contra times com os melhores elencos do brasileirão.

Hoje lutamos pelo titulo. E isso para mim, meus amigos, É COMPETÊNCIA.

Por tudo que já citei anteriormente, incompetência e incapacidade estão descartadas.

Imaturidade? Sim imaturidade há, e muita!

Tudo começa pela escalação. Muita da vezes sem critério, por não saber escolher os 11 melhores, por insistir em determinados jogadores como Alan Patrick, Damião, Sheik e Gabriel. Não saber substituir. E por não saber se sobressair da pressão da mídia.

Veja o caso Mancuello. Foi só sair no globoesporte.com que o Mancu não tinha mais chances e ele o escala no time titular o contra o Corinthians.

E isso vem se repetindo há algumas rodadas. Exemplos: jogo contra o Internacional no Beira Rio (casa do adversário). Vencíamos o jogo por 1×0. Time jogando bem, certinho, compacto. Ele quis mexer na estrutura do time. Substituiu mal e colocou em campo Sheik e Alan Patrick. De forma repentina, num piscar de olhos, o Internacional virou o jogo para 2×1 e perdemos o jogo.

Contra o Corinthians no “Maracanã” lotado. Ele escalou Mancuello e Sheik (há vários jogos afastados) no time titular para iniciar o jogo. Resultado final 2×2. Para mim uma derrota!

E contra o Galo? Repete-se a história, mas de forma diferente, pois escalou bem, mas substituiu mal. Vencíamos o jogo por 1×0. Estávamos jogando bem, marcando bem, time ajustado e ele coloca Alan Patrick. E “pasmem”, foi ele entrar em campo e recebemos a virada. Perdemos uma chance de ouro, pois se saíssemos do Mineirão com a vitória, voltaríamos com chances claras de brigarmos pau a pau pelo hepta, haja visto que o Santos derrotou o Palmeiras na Vila Belmiro.

Tal imaturidade vem custando caro ao Flamengo. Tanto que eu chego a dizer que eu nunca vi um time ter tantas chances de ser campeão e na reta final o treinador por imaturidade jogar o título na lata do lixo. É frustrante!

Só que nem tudo está perdido. Temos chances ainda. E como rubro-negro que sou, ao invés de criticar, esculhambar, execrar o time, temos que ter equilíbrio e não torcer pro Flamengo não ser campeão por falta de imaturidade do Zé. Vou torcer até o fim para o Mengo ser Campeão, e deixo aqui minha dica.

Escale o time nem que perca todas daqui para frente, com: Muralha; Jorge, Vaz, Réver, Pará; Márcio Araújo, Cuéllar, Arão e Diego(armadores); Fernandinho e Guerrero no ataque.

Na hora de substituir coloque qualquer um, mais não coloque nunca no segundo tempo: Alan Patrick, Damião, Sheik e Gabriel. Esses caras é para entrar faltando apenas 5 minutos para acabar a partida. Só servem para segurar a bola e atrapalhar. #Fica a dica!

UMA VEZ FLAMENGO. SEMPRE FLAMENGO!

Cleverton Alencar


Faça como o Cleverton Alencar, envie também a sua coluna e veja seu texto publicado aqui neste espaço. Envie para torcedor@colunadoflamengo.com, que o avaliaremos e, se aprovado, será publicado na seção “Coluna do Torcedor”.

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2016/11/coluna-do-torcedor-ze-ricardo-competencia-incompetencia-incapacidade-ou-imaturidade/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.