Colunistas do L! avaliam fato de Jayme ser preterido no Flamengo

Colunistas do L! avaliam fato de Jayme ser preterido no Flamengo

Uma das consequências da saída de Muricy Ramalho do comando do Flamengo foi a opção da diretoria por quem ficará à frente da equipe enquanto espera o novo treinador. Em vez de manter Jayme de Almeida como interino, a cúpula rubro-negra anunciou que Zé Ricardo, técnico do sub-20 do Flamengo, ficará no cargo.

O dirigente Flávio Godinho afirmou que o afastamento de Jayme era "natural", por ele fazer parte da comissão de Muricy Ramalho. Porém, a declaração rende uma polêmica, pelo auxiliar ser funcionário do Flamengo.

Colunistas do LANCE! traçam um panorama de como fica a situação de Jayme de Almeida diante da medida definida nesta quinta-feira.

CARLOS ALBERTO VIEIRA - Colunista do LANCE!

A sensação é de que Eduardo Bandeira de Mello não vai muito com a cara do Jayme, vide o que aconteceu lá na primeira gestão, quando Jayme foi demitido. Imagino que a decisão do Bandeira foi boa, mas a declaração infeliz. Jayme não deveria ficar no momento porque é melhor ter uma mudança no status quo, e Zé Ricardo dará confiança à garotada. O elenco do Flamengo traz alguns ex-juniores que foram campeões da última Copa São Paulo de Futebol Júnior e podem dar algum caldo. Zé Ricardo escalará alguns deles, coisa que Muricy não estava fazendo e que Jayme provavelmente não encamparia. Mas, dizer que Jayme é da comissão do Muricy? Qual é? Jayme é funcionário há décadas do Flamengo. Seria muito melhor o Bandeira dizer que esse não seria o melhor momento para o Jayme e pronto.

JOÃO CARLOS ASSUMPÇÃO - Colunista do LANCE!

Eu optaria pelo Jayme de Almeida, mas a questão é que a diretoria e a comissão técnica não fala a mesma língua há tempos, e o presidente do Flamengo acabou colocando todos no mesmo saco. Acho que o Eduardo Bandeira de Mello errou mais uma vez, pois o maior responsável pela equipe não engrenar foi o Muricy Ramalho, e ninguém mais. Há tempos, Muricy não vem emplacando um bom trabalho. E, certamente, no caso do Flamengo, a culpa não é do Jayme.