Se o ditado diz que quem não tem cão, caça com gato, o Flamengo achou um felino muito eficiente. Sem poder atuar no Maracanã por conta dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos, o Rubro-Negro já jogou em diversos estádios do Brasil nesta temporada, mas foi no Espírito Santos que o time se encontrou. A equipe já jogou cinco vezes no estádio Kléber de Andrade, em Cariacica, e obteve cinco vitórias - 100% de aproveitamento.

"É o Maracanã capixaba. Ficamos muito felizes de vir aqui (no Espírito Santo). Todas as vezes, fomos muito bem recebidos, no aeroporto, hotel e estádio. Mantemos os 100% de aproveitamento, o que é uma coincidência positiva. Enquanto não pudermos jogar no Maracanã, espero que possamos jogar aqui. Essa torcida tem um imenso carinho por nós. Eles entenderam que precisaríamos da ajuda deles para sairmos vitoriosos", disse o técnico Zé Ricardo, em entrevista ao site ​UOL Esporte.

Os benefícios são vistos também fora de campo. Além das vitórias, as cinco partidas jogadas em Cariacica renderam uma bilheteria de cerca de R$ 4,6 milhões ao clube. A maior presença de público aconteceu no confronto contra o Internacional, no dia 29 de junho, quando 21 mil pessoas foram ao estádio. O Flamengo retorna ao Kléber de Andrade na próxima quarta, para o duelo contra a Ponte Preta.