Com Arena lotada, Flamengo recebe Mogi para jogo 2 da semifinal do NBB

Com Arena lotada, Flamengo recebe Mogi para jogo 2 da semifinal do NBB

Vencer ou vencer. Não tem outra escolha. Atrás na série de semifinal dos Playoffs do NBB, o Flabasquete terá nesta sexta-feira a chance de empatar o duelo contra o Mogi. A bola laranja vai subir às 20h, na Arena Carioca 1, para o segundo jogo da melhor de cinco. A terceira partida será na segunda-feira, nos mesmos local e horário. As duas partidas terão transmissão do Sportv.

Lá na casa deles

O primeiro confronto não foi bom. Com baixo aproveitamento nos chutes de dentro e fora do garrafão, o Flamengo “deixou” o Mogi jogar e sair com a vantagem no final por 79 a 62. Os números não foram os melhores, ao contrário do padrão da temporada. Marquinhos terminou como o cestinha, com 14 pontos, mas o aproveitamento geral ficou na casa dos 38%, bem abaixo da média de 43.3% que marcou a passagem até aqui.

Agora é na nossa

Nada decidido, mas a derrota trouxe uma pressão maior para o Rubro-Negro, que não pode cometer nenhum erro diante da Nação. Jogando na Arena Carioca contra o Mogi, na primeira fase, o Flamengo venceu por 77 a 71, com show de JP Batista, Ramon e Marquinhos, que combinaram para 63 pontos.

E sabendo que o fator casa é primordial, Anderson Varejão conta com a torcida para a partida. Afinal, a vantagem na primeira fase foi obtida com esse intuito.

Não disputamos para chegar em primeiro para poder ganhar a partida de abertura da série. Disputamos para poder fechar a série em casa, na nossa casa. Se ganharmos todas aqui, passaremos de fase. É com isso que trabalhamos e amanhã teremos que trabalhar com a Nação, que vai lotar a Arena, para conseguir empatar a série contra o Mogi“, disse o camisa 17. Mais de dois mil ingressos já foram vendidos e a previsão é de casa cheia nesta sexta-feira.

O Flamengo

O técnico José Neto terá todos os atletas do elenco rubro-negro à disposição. Confira os jogadores relacionados.

Armadores: Arthur Pecos e David Cubillan.

Ala-armadores: Ronald Ramon e Wesley Mogi.

Alas: Marcelinho e Marquinhos.

Ala-pivôs: Olivinha, MJ Rhett e Pilar.

Pivôs: JP Batista, João Vitor e Anderson Varejão.

Naquela outra semifinal…..

A série Flamengo x Mogi não é novidade na semifinal. Na temporada 2015/2016, os times também se encontraram e fizeram o Brasil parar. O primeiro jogo foi fora de casa, tal qual agora em 2018, e também terminou com vitória do Mogi (86 x 81). Na volta, no Rio, o Mengão venceu por 81 a 71 e empatou, mas, no terceiro, nova vitória dos paulistas.

A quarta partida foi épica. O Flamengo precisava da vitória de qualquer jeito. Faltando 10 segundos para o fim, o placar apontava 93 a 91 para o Mais Querido, quando Larry Taylor pegou a bola e começou a armar o ataque do Mogi. O norte-americano gastou o tempo, gingou pros lados e foi para cima de Marquinhos. Fizesse o ponto, o jogo empataria e teríamos a prorrogação. Havia a chance também de sofrer falta e no lance livre fechar a disputa. Mas Marquinhos fez isso aí embaixo.

Fechou a porta, vitória garantida, e no quinto jogo, Mengão venceu por 79 a 75, passando para a final, onde conquistaria a taça pela quinta vez.

Ingressos

Os ingressos para a partida estão à venda no site da GuicheWeb e também poderão ser adquiridos na bilheteria da Arena Carioca, que abrirá duas horas antes do jogo.

Cobertura nas redes sociais

Você também pode acompanhar o tempo real do duelo nas redes sociais oficiais do Time Flamengo, usando a hashtag #FlaBasquete. Siga no Twitter e no Instagram  e curta nossa página no Facebook. A Fla TV também leva à Nação Rubro-Negra imagens exclusivas. Inscreva-se com um clique, é de graça!

As equipes de basquete do Clube de Regatas do Flamengo contam com recursos de seus patrocinadores – thinkseg, Estácio, AmBev, Rede D’or, IRB Brasil RE, CSN, Brasil Plural, EY – via Lei de Incentivo Federal/Ministério do Esporte (IR) e Lei de Incentivo Estadual/Secretaria de Estado de Esporte, Lazer e Juventude (Seelje) do Rio de Janeiro, além de apoio do Comitê Brasileiro de Clubes (CBC) proveniente da descentralização de recursos oriundos da Lei Pelé. O Projeto Anjo da Guarda Rubro-Negro, de transferência fiscal de pessoa física, beneficia todas as modalidades olímpicas do Mais Querido.

Reprodução: Flamengo Oficial