O meia-atacante disse estar preparado caso o comandante queira colocá-lo para atuar diante do Botafogo, em partida válida pela semifinal do Campeonato Carioca, que será disputada no próximo domingo (23). Gabriel disse que os colegas de trabalho podem exercer a mesma função.

"Não só eu. Tem várias pessoas que podem fazer a função. Atletas que já são da posição. Tem também a parte tática. Eu estou preparado, se precisar de mim eu vou dar o meu melhor", afirmou.

Sem o camisa 35, Gabriel quer que o time conquiste a vitória sobre o alvinegro, com a superioridade no jogo coletivo.

"Vamos ter que usar mais as jogadas ensaiadas e o jogo coletivo. O Zé faz muita jogada com a gente, mas o Diego desequilibra na parte técnica. Vamos buscar focar nisso, já que esse jogo será definido nos mínimos detalhes", projetou.

Além da questão relacionada ao substituto de Diego, Gabriel exaltou a importância do duelo diante do Botafogo para a conquista do estadual, o jogador espera uma sequência boa contra o rival e o Atlético-PR:

"Temos que fazer uma partida forte contra o Botafogo. O Flamengo mira títulos e somos cobrados sempre. Vamos dar o máximo domingo e descansar para quarta-feira. O objetivo é conseguir duas vitórias", disse.

​​