| Futebol

Com estrela de Zé Ricardo, Flamengo disputa em alto nível Brasileiro e Sul-americana

Relembre as vezes em que o toque do treinador rubro-negro foi fundamental para os bons resultados da equipe

Estrela não falta ao técnico Zé Ricardo. Na última quarta-feira (21), no jogo de ida das oitavas de final da Copa Sul-americana, o comandante rubro-negro brilhou mais uma vez ao substituir Mancuello por Emerson e ver o veterano marcar o gol da vitória quatro minutos depois de entrar em campo. Mas desde que assumiu a equipe profissional, o treinador quebra tabus e surpreende nas mudanças táticas e substituições. E vem dando certo.

Sócio-torcedor tem o orgulho de jogar junto em cada vitória: o dinheiro vai para o Futebol e traz mais reforços, revelações e estrutura para o CT. E ainda tem vantagens nas lojas oficiais para comprar o Manto e vestir com orgulho! Clique e faça sua adesão agora.

Logo em sua estreia, na partida contra a Ponte Preta, válida pela quarta rodada, o treinador ainda interino - no lugar de Muricy Ramalho, afastado por problemas de saúde - viu da lateral do campo o time vencer a Macaca de virada, após 11 anos sem superar o adversário em Campinas, com um homem a menos por boa parte do segundo tempo com a expulsão de Fernandinho aos 16 minutos. Além de contar com o gol contra de Felipe Azevedo, o Mengão venceu com belíssima bomba de canhota de Jorge, velho conhecido de Zé Ricardo, que o treinava nas categorias de base. Após o apito final do juiz, a torcida rubro-negra presente no Moisés Lucarelli reconheceu e soltou o grito "Ah, é Zé Ricardo!".



Na rodada seguinte, contra o Vitória, o técnico mudou o esquema do time para o 4-4-2, com Alan Patrick e Mancuello na armação. Com Paolo Guerrero na Seleção Peruana, coube a outro garoto treinado por Zé nos juniores o gol de mais um resultado positivo. Felipe Vizeu foi o substituto escolhido pelo técnico e deu conta do recado, marcando aos 18 do segundo tempo.



A próxima vitória do Mengão viria na oitava rodada, contra o Cruzeiro. E, mais uma vez, teve dedo de Zé Ricardo. O treinador promoveu a estreia do zagueiro então recém contratado, Réver, que entrou no lugar de Léo Duarte e formou a dupla de zaga com Rafael Vaz. O estreante, além de fazer grande partida, mostrou que estava com fome de gol e, depois de três tentativas de cabeça, balançou a rede aos 42 do primeiro tempo com testada precisa na bola: 1 a 0 e três pontos no Mineirão.



Antes da partida contra o Internacional, pela 12ª rodada, Zé Ricardo foi questionado por torcida e imprensa por apostar em Pará e Ederson de titulares no clássico contra o Fluminense. Nas rodadas seguintes, as modificações foram justificadas em campo: até agora, o lateral-direito é um dos principais destaques da equipe e Ederson, antes de sofrer lesão no jogo contra o Corinthians, subiu de rendimento e marcou o gol da vitória sobre o Colorado no Klebão, em Cariacica.



Mais uma vez, Zé Ricardo apostou no jovem Vizeu de titular na partida contra o Atlético-MG, na 14ª rodada. O Garoto do Ninho não decepcionou e marcou os dois gols que deram a vitória ao Rubro-Negro, chegando à artilharia do time no Brasileirão, com quatro gols. O triunfo encerrou uma sequência de cinco jogos sem perder do Galo.



Na 17ª rodada, o Flamengo já vencia o Coritiba por 1 a 0, com gol de Guerrero, que chegava ao terceiro jogo consecutivo balançando a rede, aos seis minutos do segundo tempo, quando Zé Ricardo tirou Mancuello para a entrada de Cirino, aos 17. Vinte minutos depois, o técnico chamou Cuéllar para o lugar de Alan Patrick. E foi com lançamento milimétrico do colombiano para o camisa 7 que saiu o tento que garantiu a vitória rubro-negra, aos 43 da etapa complementar.



Contra a Chapecoense, na 22ª rodada, na Arena Condá, Zé Ricardo teve participação fundamental na vitória. O técnico tirou Gabriel e Éverton para colocar Leandro Damião e Mancuello. Não só o time ganhou cadência, dominou o meio-campo e ganhou presença de área, como, aos 25, Damião marcou para o Mais Querido...



...e depois, aos 44, deu a assistência para Mancuello marcar o terceiro e deixar o Rubro-Negro na vice-liderança.



Parecia até replay: contra Ponte Preta, pela 23ª rodada, e Vitória, pela 24ª, Fernandinho e Gabriel - contestados, mas bancados por Zé Ricardo - marcaram e o Flamengo venceu os dois jogos por 2 a 1. Na primeira partida, Fernandinho saiu do banco aos 32 para marcar aos 44 e dar números finais à partida.



Uma semana antes, contra o Figueirense, pela Copa Sul-americana, o atacante já tinha garantido a vaga nas oitavas de final quatro minutos depois de entrar no lugar de Éverton, com um golaço.



Contra o Palmeiras, na 25ª rodada, uma mudança que surtiu efeito relâmpago. No primeiro toque de Alan Patrick na bola depois de entrar no lugar de Gabriel, aos 16 minutos da etapa complementar, o meia bateu colocado e viu a bola bater na trave antes de beijar a rede lateral alviverde.



Neste jogo, Zé Ricardo também foi bem na reestruturação tática da equipe após a expulsão
de Márcio Araújo ainda nos instantes finais do primeiro tempo e saiu com um empate heroico da Allianz Arena.

Zé Ricardo já comanda o elenco no CT visando a partida contra o Cruzeiro, no próximo domingo (25), em Cariacica, válida pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro. Faltam apenas mil ingressos para esgotar a carga total do estádio Kleber Andrade. Clique aqui e veja como garantir seu lugar.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/24152/com-estrela-de-ze-ricardo-flamengo-disputa-em-alto-nivel-brasileiro-e-sul-americana

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.