Mesmo que ainda não se tenha uma data para a volta de Guerrero à Gávea, o ​Rubro-Negro tem uma posição clara sobre o futuro do centroavante. “Nossa intenção é contar com o jogador, sim”, disse o vice-presidente de futebol Ricardo Lomba ao ​Globoesporte.com.

O atual contrato do centroavante vai até o dia 10 de agosto, e existe uma negociação para uma extensão, ao menos, até o término de 2018. A definição desta situação, claro, envolve os departamentos de futebol, jurídico e financeiro. Entre vencimentos de carteira e direitos de imagem, o peruano recebe cerca de R$ 800 mil, valor que deixou de ser pago neste último período. Neste intervalo de tempo, o clube contratou Henrique Dourado, titular de momento no ataque flamenguista.​​

​​