| Futebol

Com homenagem a ex-nadadores do clube, Flamengo inaugura nova piscina

Raias da piscina Daltely Guimarães são batizadas com os nomes de ex-atletas do clube rubro-negro, como Patrícia Amorim, Fernando Scherer e Mariana Brochado

flameng - Com homenagem a ex-nadadores do clube, Flamengo inaugura nova piscina

Orçada em R$ 7 milhões, a nova piscina olímpica do Flamengo foi inaugurada neste domingo, em evento realizado na sede da Gávea. Na solenidade que contou com a presença de dirigentes e sócios, ex-nadadores do clube foram homenageados. A piscina foi batizada como Daltely Guimarães, um dos mais vitoriosos técnicos de natação do país, e cada uma das dez raias ganhou o nome de ex-atletas, entre eles a ex-presidente rubro-negra Patrícia Amorim.

Além de Patrícia, também ganharam a homenagem Mariana Brochado, Fernando Scherer, Cristiana Lobo e Fernanda Veiirano, Ricardo Prado, a família Rômulo Arante, Fernando Carsalade, Jorge Fernandes, Maria Elisa Guimmarães e Marcelo Jucá.

O vice-presidente de esportes olímpicos do Fla, Alexandre Póvoa, comandou as homenagens, a abertura das placas e a inauguração formal da piscina, acompanhado do presidente Eduardo Bandeira de Mello. O mergulho inaugural contou com atletas do clube: Luiz Altamir (natação), Lorena Molinos e Maria Clara Lobo (nado sincronizado) e Manuela Canetti, representando a irmã Marina.

Presente na inauguração, Patrícia Amorim foi cumprimentada por Bandeira de Mello quando teve o seu nome anunciado, aprovou a homenagem e garantiu que não guarda mágoa do passado. Ela foi presidente do clube rubro-negro entre 2010 e 2012, depois acabou derrotada por Bandeira na eleição seguinte e já houve rusgas entre os dois.

- Da minha parte, não tem nenhuma mágoa. Achei legal o Flamengo homenagear os ex-atletas na nova piscina. O que a gente fez no passado ninguém apaga, fica na história. A festa está bonita - disse Patrícia.

Alexandre Póvoa explicou que houve conversas entre os membros da diretoria para escolher as pessoas que ganhariam a homenagem na piscina e destacou a importância de Patrícia Amorim para o esporte.

- A Patrícia ficou com a raia número quatro, que na hierarquia da natação é uma das mais importantes. Ela tem história do Flamengo, foi uma grande nadadora, foi presidente do clube, e a homenagem é mais do que justa. Estamos satisfeitos em homenageá-la - disse Póvoa.

A nova piscina olímpica do Flamengo começou a ser construída no ano passado e foi entregue com um atraso de quase sete meses, já que o prazo inicial para ficar pronta era o dia 31 de dezembro de 2015. O espaço conta com o sistema "Myrtha", tratado como o mais moderno do mundo, e foi construído com aporte financeiro de R$ 2,5 milhões de uma empresa de produção de cimento e R$ 3,1 milhões da Confederação Brasileira de Clubes (CBC) para a compra de equipamentos e acessórios. O restante do investimento foi de responsabilidade do Flamengo, totalizando R$ 7 milhões.

Além de ser usada pelos sócios e ficar como legado para o clube, a piscina também poderá ser utilizada pelas delegações dos Estados Unidos e da Grã-Bretanha durante os Jogos Olímpicos. Em 2015, o Flamengo acertou parceria com o Comitê Olímpico dos dois países, que vão treinar nas instalações do clube durante a competição. Os ginásios, vestiários e academia da Gávea também foram reformados.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/olimpiadas/natacao/noticia/2016/07/com-homenagem-ex-nadadores-do-clube-flamengo-inaugura-nova-piscina.html

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.