Com novo status no Inter, Damião reencontra o Flamengo

Com novo status no Inter, Damião reencontra o Flamengo

Leandro Damião nunca foi unanimidade quando chegou ao clube da Gávea. Na época, mesmo com o bom momento de Vizeu, o Flamengo procurava por um centroavante para ser reserva de Paolo Guerrero, que constantemente era convocado pela seleção peruana. Dessa forma, a oportunidade de mercado apareceu, e Damião foi cedido por empréstimo junto ao Santos.

No Rubro-Negro, o centroavante fez três gols, sendo 16 jogos disputados pelo clube em 2016. Já em 2017, marcou mais oito gols em 23 jogos no time carioca e não se considerava em baixa, mesmo não sendo titular absoluto e contestado por parte da torcida, que queria mais oportunidades para Felipe Vizeu. Ao ser negociado com o Inter, disse que seus números eram bons e a fase também.

— Eu quis o Inter. No primeiro contato já falei com o Flamengo. Tenho total respeito pelo clube em que eu estava, e estava bem lá, aproveitando as oportunidades. O Rodrigo Caetano e a direção queriam que eu ficasse. Mas disse que era uma grande chance de voltar para casa — afirmou o jogador ao ser anunciado pelo Colorado.

Em 17 partidas pelo Inter, Damião marcou os mesmos oitos gols que tinha feito no Rubro-Negro e viu seu status mudar, sendo eleito um dos principais jogadores na campanha do time na Série B, que até então oscilava muito. Neste ano, após uma complicada lesão na cervical, ainda busca voltar a alcançar tal posto para, enfim, tentar acabar com a seca de gols do Colorado, que já não marca há três partidas.