Depois de algum tempo com o presidente Eduardo Bandeira de Mello acumulando as funções da presidência e a vice-presidência do futebol, Ricardo Lomba foi anunciado para assumir a pasta. Mas a ideia é que haja uma engrenagem e diversas peças para as principais tomadas de decisão. O que inclui também a autonomia concedida ao técnico Reinaldo Rueda.

O colombiano tem contrato com o Rubro-Negro até 2018 e goza de total prestígio junto à diretoria. Nos bastidores do clube, o Fla está sob a responsabilidade de cinco pessoas: além de Bandeira e de Lombao diretor geral Fred Luz, o diretor executivo de futebol Rodrigo Caetano e o próprio treinador. Um colegiado para as principais atitudes envolvendo o futebol.

Os alvos mais imediatos no clube são alcançar o G-4 e conquistar a Copa Sul-Americana. Caso confirme a vaga na Copa Libertadores do próximo ano, o foco mais evidente será correr atrás do bicampeonato da competição. Tudo dependerá, porém, do que o time ainda demonstrar dentro das quatro linhas ainda na reta final desta temporada.