| Futebol

Com vitória sobre a Chape, Flamengo dá fim a marcas negativas; veja lista

Jejum fora de casa e recuperação de Diego marcam triunfo na Arena Condá

flameng - Com vitória sobre a Chape, Flamengo dá fim a marcas negativas; veja lista

A vitória sobre a Chapecoense (1 a 0), no domingo, trouxe o alívio de que o Flamengo tanto precisava após uma série de resultados e atuações decepcionantes. Além de ter somado mais três pontos às pretensões rubro-negras de vaga na Libertadores do ano que vem, o triunfo serviu para romper com algumas marcas negativas que o time acumulava na temporada.

Voltar a vencer fora de casa: lembra-se do tumultuado clássico com o Vasco, em São Januário, no dia 8 de julho? Pois foi nessa data, há mais de três meses, a agora penúltima vitória rubro-negra como visitante, ainda sob o comando de Zé Ricardo. O resultado positivo contra a Chapecoense serviu para quebrar esse incômodo jejum de dez jogos, entre duelos pelo Campeonato Brasileiro (Cruzeiro, Corinthians, Santos, Atlético-MG, Botafogo e Ponte Preta), pela Copa do Brasil (Santos, Botafogo e Cruzeiro) e pela Sul-Americana (Chapecoense).

Balançar as redes como visitante: o mau desempenho do Flamengo longe de seus domínios era tão grande que o time tinha dificuldades até para balançar as redes. O último gol fora foi marcado no dia 2 de agosto, na derrota por 3 a 2 para o Santos, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Naquela ocasião, Éverton Ribeiro e Felipe Vizeu deixaram suas marcas. Depois disso, o time passou em branco contra o Atlético-MG (Brasileiro), o Botafogo (duas vezes, pela Copa do Brasil e Brasileiro), a Chapecoense (Sul-Americana), o Cruzeiro (final da Copa) e a Ponte Preta (Brasileiro). Foram 643 minutos até Diego guardar no fundo do gol de Jandrei.

Diego decide: o principal nome do elenco estava em dívida com a torcida rubro-negra. Em momentos-chave da temporada, ele falhou: foi assim no pênalti contra o Palmeiras, na Ilha do Urubu, em uma finalização dentro da área contra o Corinthians, em Itaquera, e novamente nos pênaltis, contra o Cruzeiro, na decisão da Copa do Brasil. Diante da Chape, Everton Ribeiro teve a chance de ser o herói, mas viu Jandrei pegar a sua cobrança de penalidade máxima. Diego, então, voltou a brilhar. Recebeu belo passe de Berrío e chutou no canto. Foi o primeiro gol do meia em 50 dias, desde 27 de agosto, na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético-PR pelo Nacional.

Fonte: https://oglobo.globo.com/esportes/com-vitoria-sobre-chape-flamengo-da-fim-marcas-negativas-veja-lista-21950717

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.