Com zaga rejuvenescida pela base, Fla espera contar ao máximo com Juan na Libertadores

Com zaga rejuvenescida pela base, Fla espera contar ao máximo com Juan na Libertadores

Elenco mais novo, mas um cuidado maior que no ano passado. A defesa em busca do equilíbrio entre veteranos que precisam dosar suas participações e jovens recém-formados no clube é o principal detalhe da lista que o Flamengo confirmou para a primeira fase da Libertadores.

Com a divulgação dos trinta nomes enviados à Conmebol na segunda-feira, ficou claro que o sistema defensivo requer atenção mais uma vez, após falhas que resultaram na eliminação ano passado. Havia dúvida sobre o aproveitamento do veterano Juan amanhã, na estreia diante do River Plate, mas o jogador treinou bem e vai para a partida.

A média de idade da equipe na edição 2018 do torneio é de 24,5, um ano a menos do que em 2017, quando foi de 25,5. A zaga, na média, também rejuvenesceu. Caiu de 29,2 para 28 anos. A questão é que a defesa titular, formada por Réver (33) e Juan (39), tem média de 36 anos. O dobro da média entre Thuler e Leo duarte, que compõe a lista de defensores, com 18 e 19 anos respectivamente.

A diferença é que ano passado o Flamengo tinha Rafael Vaz (28) e Donatti (30) como opções experientes. Agora, tem apenas Rhodolfo (31), substituto natural de Juan. O zagueiro de 39 anos vem se recuperando de dores nas costas e no tornozelo. Poupado da maioria dos jogos — só disputou dois dos nove — o zagueiro perdeu ritmo de jogo, já que a ideia era utilizá-lo pelo menos contra o Fluminense.

Guerrero fica de sobreaviso

Em março, Paolo Guerrero será julgado pelo Tribunal Arbitral do Esporte. Se tiver a pena anulada, pode estrear imediatamente na Libertadores. O peruano dependeria apenas da condição física. Por isso, faz treinamento à parte do clube, onde não pode se apresentar e tem o contrato suspenso. A presença do atacante e a ausência do goleiro Julio Cesar, com vínculo simbólico que acaba antes da fase de grupos, já haviam sido noticiadas pelo GLOBO na quinta-feira.

O goleiro tem o seu contrato de três meses chegando ao fim antes de a fase de grupos terminar. Só entraria em caso urgente, em que um dos goleiros se machucasse. O projeto de aposentadoria no clube veio como solução ideal para Julio Cesar fechar a carreira com a imagem limpa com a torcida rubro-negra. No entanto, o veterano requer treinos em ritmo de pré-temporada, e ainda não atingiu o ápice para voltar a atuar em bom nível. A tendência é que seja relacionado para o clássico contra o Botafogo, sábado, no Nilton Santos.

Doze mudanças e jovens no meio-campo

Apesar da mudança de três nomes na defesa, o setor do Flamengo com mais alterações é o meio-campo. Na temporada anterior, estavam inscritos Márcio Araújo, Mancuello, Gabriel, Conca e Matheus Sávio na Libertadores. Todos esses deixaram o clube e entraram na lista esse ano Everton Ribeiro, Jonas e Jean Lucas. Ronaldo é outro jovem inscrito, pelo segundo ano seguido.

Além de Rhodolfo e Thuler, Diego Alves e Kleber são outras novidades no setor defensivo, enquanto Marlos Moreno, Henrique Dourado, Vinicius Júnior, Geuvânio e Lincoln aparecem no ataque.

Ano passado, estiveram na lista Leandro Damião, Berrío e Marcelo Cirino. Berrio segue lesionado gravemente e volta só em outubro. Ele deve substituir o atacante Felipe Vizeu, que também é opção ofensiva, mas segue para a Udinese em meados de julho. O meio-campo Ederson também se recupera, de um câncer, e pode voltar adiante. O contrato do jogador se encerra em julho, mas se conseguir atingir níveis de competição pode ser uma opção caso o Flamengo necessite trocar algum atleta em uma eventual segunda fase.

Clube ainda avalia reforços e pode alterar lista

A lista da Libertadores não está fechada de forma definitiva para o Flamengo. O clube ainda persegue contratações que podem ser inscritas na próxima fase. Os alvos serão tentados no meio do ano, quando reabre a janela de transferências. Um volante e um lateral, procurados no começo da temporada, serão avaliados e podem entrar no lugar de algum jovem.

Walace, do Hamburgo, quase foi emprestado e deve haver novas conversas. Na lateral, Zeca, ex-Santos, era quase certo, mas o Flamengo recuou para aguardar processo na Justiça com julgamento previsto para maio. Se tudo der certo a favor do atleta, pode ser um reforço.

Além disso, o Flamengo esperava contar justamente com um zagueiro jovem, mas experiente e veloz. Pablo, ex-Corinthians, era opção, mas não foi conseguida. Uma nova peça será avaliada.