• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Comentarista acredita que envolvimento de Braz com a política carioca pode prejudicar o Flamengo

Nos últimos dias, Marcos Braz, vice de futebol do Flamengo, tem sido especulado como futuro candidato a vereador no Rio de Janeiro. Segundo o presidente do Partido Liberal, Altineu Cortês, o dirigente já teria aceitado concorrer ao pleito municipal. A saber, de acordo com o jornal ‘O Globo’, Braz estaria inclinado a conciliar a campanha eleitoral com a agenda de futebol do Rubro-Negro. Discorrendo sobre tal assunto, Tulio Rodrigues, comentarista do Coluna do Fla, afirmou que caso essa divisão de atenção venha a ocorrer, será ruim para o clube.

Acho isso ruim! A gente vê que ano passado deu certo a dupla Bruno Spindel e Marcos Braz. E de qualquer forma, por mais que ele fale que estará disponível para todas as viagens e jogos do clube, sabemos que em algum momento ele vai ter que abrir mão de algum compromisso pelo Flamengo, para poder se dedicar a sua campanha. Essa crítica não é ao Marcos Braz diretamente, mas sim ao vice-presidente de futebol, que pelo bom trabalho dele, não queremos que divida seu tempo com coisas alheias ao clube.

Além disso, sobre as pessoas que acreditam que a presença de Braz na política possa ajudar na defesa dos direitos do clube, Tulio discorda. Para ele, um político não representa somente uma torcida ou determinada ala de uma cidade, mas todos os cidadãos.

Como cidadão, esse não é o papel do Vereador (de brigar exclusivamente pelo Flamengo). Ele tem que brigar pela sociedade, por todo o povo do Rio de Janeiro, pelo vascaíno, pelo tricolor, então esse argumento não cabe. Outra questão também é que envolve o nome do Flamengo de qualquer forma na política, mesmo que indiretamente. E isso é vedado pelo Estatuto do Flamengo, de se usar o nome do clube para campanhas alheias.

CONFIRA O VÍDEO DE OPINIÃO COMPLETO:

Publicado em colunadofla.com.