| Futebol

Como planejar bem 2017 (2)

flameng - Como planejar bem 2017 (2)

Eis que chegou a hora de falar sobre a segunda parte do planejamento para jogadores do Meio para a frente na nossa coluna. O assunto é delicado, visto que viemos de uma eliminação no campeonato brasileiro. Sim, nós podemos falar de eliminação do campeonato brasileiro. Hoje as pessoas vão ler esta coluna e ver que fazemos críticas ao setor, por exemplo a Márcio Araújo que fez um jogo bastante justo contra o Botafogo, mas fez uma temporada bastante ruim. Não é oportunismo, já que uma boa parte da torcida vem reclamando deste jogador.

Contudo a nossa função aqui nesta coluna, em específico, não é criticar o elenco atual, mas dar opções de jogadores no mercado que estejam próximos de encerrar contratos aqui, nos outros países da América do Sul e na Europa, que seriam uma boa de encaixar no time. Na semana passada quando falamos da defesa, muitas pessoas citaram jogadores com contrato ainda. Essa não é a nossa intenção. Apesar que hoje, faremos. Então vamos começar.

Primeiro volante:

Este é um dos setores mais criticados em toda a temporada. A verdade é que estamos sofrendo bastante com as peças que temos, talvez por opção do técnico, ou por algum motivo secreto e não conseguimos engrenar uma boa fase.

Márcio Araújo é o dono da posição. Falar muito do jogador seria chover no molhado. Gostaria de ficar com uma avaliação. Márcio Araújo é um jogador limitado. Sem mais, gostaria de dizer, como todos já sabem, que Felipe Melo está em fim de contrato com a Inter. Se o jogador quiser ele será o dono da posição. A Inter gostaria de lucrar o não pagamento do salário do jogador, o Flamengo gostaria de contar com o jogador por um salário justo e o jogador, que se diz flamenguista, gostaria de vir para o clube. será? Vai bastar que o jogador aceite receber um salário condizente com sua posição no Brasil.

Não há, no Brasil jogadores disponíveis no mercado. As pessoas sempre falam em Otávio do Atlético Paranaense. Para começo de conversa, Otávio tem contrato e a multa para tirá-lo de lá é bem alta. Depois, eu veria com muita desconfiança uma aposta no jogador. Nós já temos jogadores que são apostas: Ronaldo e Cuellar deveriam receber chances antes de se contratar Otávios da vida.

O futebol sulamericano apresenta o mesmo Panorama. Os jogadores bons que têm aparecido, estão com contrato longo e não é interessante gastar todo esse dinheiro num volante. A menção honrosa se dá com Fernando Gago que está encerrando contrato com o Boca, mas tem mais nome. Confesso que não o vejo tão bom que valha para nós. Antes que se gaste em swenchsteiger que está sem contrato e seria um jogador excepcional para colocar ali na nossa volância.

Outros jogadores em fim de contrato na Europa são Lucas Leiva e Sandro, mas não têm o mesmo apelo que os dois já citados. Minha impressão é que Melo chegará e rezemos para que ele dê certo.

Segundo volante

Esta posição para mim é uma das posições mais carentes do time. Porque nós passamos o ano todo com Willian arão de titular e, mesmo quando o jogador ia mal, continuava em campo, só sendo substituído por conta de suspensão. Me faz falta um outro jogador para compor ali.

Observando o esquema tático que jogava o time do Independiente que tinha mancuello, o jogador muitas vezes caiu por ali. Só que era um volante com muito mais liberdade, liberdade esta que fazia muito bem a Arão. Coincide com a queda de rendimento do jogador um maior comprometimento,por parte dele, na defesa. Gostaria de ver o argentino jogando mais vezes nesta posição. Assim como gostaria que Arão pudesse equalizar este papel defensor/atacante. Não sei se vale a pena investir nesta posição quando temos Arão e Mancuello, Canteros e Luiz Antônio que voltam de empréstimo.

Só para não dizer que não sugeri ninguém, há Fernandinho com contrato no fim no Manchester City. Jogador de seleção, talvez valesse pela grife, mas não me parece uma aposta certeira. Prefiro aproveitar Mancuello na função. O futebol moderno tem feito cada vez mais isto. Recuar meias para a função de segundo volante.

Meia

A posição de meia pensador do time é uma posição em que nós estamos bem servidos. Diego é o dono da posição e, se tudo der certo, não deixará de ser por muito tempo. O jogador surpreendentemente não sofre lesões, não toma muitos cartões amarelos e por isso não fica de fora das partidas. Seu reserva imediato vai embora e o nosso técnico, Zé Ricardo, enxerga Mancuello como um suplente desta posição. Ainda que ele tenha características parecidas, não me parece que seja o seu lugar. Talvez se não for segundo volante, ele seria um terceiro homem de meio-campo, posição que não é contemplada neste time do Flamengo, porque jogamos no 4-2-3-1.

Contratar um jogador para essa posição é jogar contra o próprio patrimônio, mas aqui está uma das duas únicas sugestões que eu darei de jogadores que ainda têm contrato a cumprir, provavelmente estão protegidos por alguma multa, mas vale muito a pena investir neles. O primeiro é Marcos Acuña. Jogador de números invejáveis no campeonato argentino. Faz gols, dá assistências, sofre muitas faltas, dribla muito bem, é um jogador bastante completo. Também um jogador jovem, por isso o investimento que o Flamengo faria neste jogador se pagaria não só tecnicamente, como também financeiramente em um ou dois anos.

Alex do Internacional é uma opção, assim como Dátolo. Se ganhasse no par ou ímpar escolheria Dátolo para o meu time. Alex vem num declínio e não o vejo jogando bem há muito tempo. Parece que poderíamos ter mais um jogador ali para quando Diego cansar, não sei se Paquetá terá essas chances, sobretudo se jogar o Carioca. Não vou falar em Montillo. Acho que o jogador pode ir pra casa e descansar, porque parece que é o que ele quer. Depois, também precisamos ver a quantidade de estrangeiros.

Pontas

Aqui está a maior concentração dos nossos problemas. Temos muitos. Nenhum deles presta. Temos uma quantidade absurda de jogadores e não nos satisfazem. Gabriel, Sheik, Cirino, Everton, Fernandinho, Ederson somam-se aos também pontas da base Thiago Santos e Adryan, mais os retornos de Rafinha, Nixon, Baggio e Paulinho. É ponta demais. Nem todos os lápis da Faber castell têm tanta ponta. Chame como quiser, jogador de lado, meias abertos, estilingue da vovó. É jogador demais. Se sair só metade ainda é pouco. E com todos esses ainda falta jogador que faça gol. A lembrança do Nixon de 2014 é muito boa, mas ele não teve sequência depois de um ano em recuperação. Como a coluna não é de avaliação do elenco, vou me ater as sugestões. O Flamengo foi atrás de Vitinho. É bom jogador. Se fechar vai ter acertado na contratação. Outro ex-colorado está entrando no mercado e trata-se de um nome excelente. Taison, recém convocado para a seleção, tem contrato no fim com o Shaktar. Já ganhou seu caminhãozinho de dinheiro e pode querer retornar a terras brasílicas. É OBRIGAÇÃO da diretoria de fazer o contato e tentar trazer o jogador. É hora de usar aquela carta de que liberou Eduardo da Silva para eles antes do fim do contrato e trazer Taison também antes do meio do ano, Seria a contratação mais aguardada para a temporada e nos tranquilizaria muito. E mais. Uma temporada boa desse moleque de 28 anos e ele já seria vendido.

Já fui trucidado na outra vez que falei sobre isso, mas em minha ótica o Flamengo ano que vem terá bala na agulha para fazer uma contratação A de verdade. Seria um jogador para ganhar muito, mas que venderia muita camisa, traria mais patrocinadores, e teria um retorno técnico em campo fenomenal. Um dia ainda vou constatar isso, mas não vejo porquê um jogador consagrado na Europa, em fim de carreira, que já ganhou dinheiro para a sua sétima geração, não possa vir para o Flamengo, ganhar o mais alto salário do Brasil, ser ídolo de 40 milhões de torcedores e viver num país tropical. Os dois pontas de maior destaque dos últimos tempos do Bayer de Munique estão em baixa, muitas vezes esquentam o banco, entram durante os jogos e já não são unanimidade. Ribery e Robben encerram seus vínculos com os alemães ao fim da próxima temporada, inclusive, já podem assinar um pré-contrato. É bem provável que o clube não faça esforço para mantê-los caso chegue uma proposta no meio da temporada. Será assim tão difícil para nós pensarmos este tamanho de grande?

Para bem pensar sobre os valores envolvidos, vamos observar o caso Vitinho. O jogador foi comprado pelo CSKA por 10 milhões de Euros, digamos que o clube aceite vender o jogador por 5, para perder só a metade. O salário do jogador é de 350 mil mensais, o que dá quase 23 milhões. Este valor paga um salário de 1,75 milhão à um jogador. Pouco mais da metade do que eles ganham na Alemanha. Não sei se o problema seriam as cifras, mas o futebol mostra que alguns clubes já fizeram negócios piores com cifras superiores, vide caso Alexandre Pato.

Centro-Avante

E agora? Mexer ou não mexer com Guerrero. Não vou aqui entrar no mérito se vale a pena vender o Peruano. De fato eu questiono o custo benefício de Damião, mas não vou falar sobre isso também. O nosso problema real não é o atacante, talvez são os seus coleguinhas de lado, mas se o Flamengo quiser ir ao mercado, vender um centro-avante e precisar de outro, já começaria dizendo que no Brasil não tem nenhum no nível atual do Guerrero ou melhor. Não sei se faria uma aposta tendo Vizeu. Não. Para comprar um centro-avante, ele tem que chegar, vestir a camisa, e encher de “bola na casinha”, como diz o Marcão Beton.

Numa outra coluna eu havia falado de Ibrahimovic, mas agora quando o sueco encerrar a temporada no United, onde não vive boa fase, talvez não valha muito a pena de contratar. Quem sabe? O jogador parece estar se encaminhando para o LA Galaxy, ou seja, se o problema não é o nível do futebol, não é o dinheiro, não sei o que é. Adebayor está sem clube, mas nunca agradou, então soltarei aqui a segunda sugestão de jogador com contrato em vigor e que vale o investimento. Tratasse de Sebastian Driussi do River Plate. O cara faz gol de tudo quanto é jeito. Participa de 44% dos gols do seu time. Ajuda no momento defensivo. Tem apenas 20 anos. Enfim, esse é uma aposta que eu faria sem medo. Claro. Pode atrapalhar o crescimento do Vizeu, mas já está no radar europeu e vale a pena tentar.

Palpites:

Meu sentimento é que o Flamengo não fará loucuras. Talvez venda o Jorge e/ou o Pará. Buscará peças para a esquerda, e dizem que já fechou com os dois jovens brasileiros citados no outro post, e promoverá o Ennes. Na zaga, talvez traga alguém para compor. Deve chegar o Felipe Melo e um meia. E nas pontas o Vitinho e espero que mais algum.

E você? Achou uma viagem muito grande a coluna? Participe! Procure ser respeitoso e vamos conversar e ver se por acaso a diretoria não monitora nossa conversa rs.

Anderson Alves, O otimista
Twitter: https://twitter.com/Andersonroch

Fonte: http://colunadoflamengo.com/2016/11/como-planejar-bem-2017-2/

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.