| Futebol

COMO SERÁ O AMANHÃ...

Responda quem puder

Saudações e feliz 120 anos, sim, dia 17 de novembro é a data real de fundação do Flamengo, mas sobre este assunto o brilhante Fernando Lemos já nos presenteou com a sua coluna do último domingo.

Mas o que esperar para o próximo ano? Como será o nosso futuro e em qual patamar entraremos 2016?

Tenho visto algumas entrevistas de dirigentes do Flamengo e todos são unânimes em traçar o perfil do jogador que será contratado: espírito de liderança, vencedor, comprometido e profissional ao extremo. Qualidades que poucos jogadores demonstraram este ano no nosso futebol, principalmente os integrantes do famoso Bonde da Stella.

Acredito também que o jogador para atuar no Flamengo ele tendo 70% de raça e 30% de qualidade já ajuda e muito, óbvio que prefiro o contrário, mas jogador do Flamengo precisa demonstrar acima de tudo vontade de jogar. O que adianta ter qualidade e andar em campo como o Canteros, se me perguntarem quem eu escalaria entre o Beto e o Canteros, eu ficaria com o Beto sem um pingo de dúvidas. Se até o maior de todos se entregava em campo, porque um Zé Ruela qualquer não pode?

E aí me lembro da situação do Ganso no ano passado, quando teve ao seu lado um jogador consagrado como o Kaká que corria o campo todo, o Ganso passou a fazer o mesmo. Precisamos de um jogador assim no Flamengo, o cara que seja o líder do time e puxe o restante neste sentido de se entregar ao máximo em cada partida.

Muitos podem até falar que temos o Sheik, que com 36 anos corre mais que o Gabriel quem tem 23, mas convenhamos, Sheik não é exemplo pra ninguém. Um cara que vive brigando com juiz, vive sendo suspenso não pode liderar um grupo, pode até ajudar, mas liderar nunca.

Mas onde buscar esse jogador? Que jogador no futebol brasileiro poderia desempenhar este papel no Flamengo? Um jogador consagrado, vencedor e com o perfil traçado pela diretoria não se encontra facilmente e não é barato.

E aí começo a ver alguns nomes que poderiam se encaixar neste perfil. Ralf é um nome que está no mercado, multicampeão pelo Corinthians e um líder dentro de campo. Robinho foi o líder daquela garotada no Santos que tinha Neymar e Cia, contrato dele na China acaba agora em dezembro.

Confesso que nessa brincadeira de “mapear” mercado eu não consigo encontrar ninguém com esse perfil, mas sei que o Juan não é esse cara, e muito menos o Wallace.

Especulações

Ontem mais uma vez foi negado o nome do Diego Souza pelo Antonio Tabet, nunca houve nenhuma espécie de contato por ele, então risquem esse nome da lista.

Bruno seria uma boa, é um lateral que apoia bem e bom na marcação, apareceu muito bem no Figueirense e foi campeão pelo Fluminense e fez boa temporada pelo São Paulo, bom jogador.

Éverton Ribeiro, nem precisa explicar, queria pra ontem, mas...

William Arão cresceu muito nesta temporada, e confesso que pra ver o Márcio Araújo longe eu traria até o Toró de volta.

Mas acredito que o maior reforço para o departamento de futebol será a Exos Consultoria. Uma empresa de alta performance com atletas, trabalhando na NBA, NFL e atletas medalhistas em Olimpíadas. Possui uma equipe multidisciplinar de treinamento, nutrição, fisioterapia, e especialistas de mentalidade, tecnologia proprietária, testes de desempenho, educação e serviços de consultoria para apoiar atletas e treinadores.

Resolveria muita coisa em termos de recuperação de atleta e principalmente preparo físico.

Mas teremos mesmo as respostas somente após o dia 7 de dezembro.

SRN!


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.