• BICAMPEÃO DA LIBERTADORES
  • HEPTACAMPEÃO BRASILEIRO

Competições, Fla x Flu e rotina de treinos na pandemia: Lorenne, atleta do Sesc RJ Flamengo, destrincha início de temporada

Por: Guilherme Calvano

Após vencer o Fluminense e conquistar o Campeonato Carioca de Vôlei, o Sesc RJ Flamengo volta a encontrar o Tricolor nesta quarta-feira (28). Pela estreia do Troféu Super Vôlei, as duas equipes se enfrentam a partir das 19h (horário de Brasília), na ‘bolha’ do Centro de Desenvolvimento do Voleibol, em Saquarema. O jogão terá transmissão do SporTV 2.

Em entrevista exclusiva ao Coluna do Fla, a oposta do Rubro-Negro, Lorenne, ressaltou a importância das primeiras competições da temporada. Para a jogadora de 24 anos, os jogos dão rodagem a equipe e melhoram o desempenho das atletas. Além disso, citou o novo reforço do Mais Querido, a libero colombiana Camila Gomez, liberada para estrear com o Manto Sagrado.

Acho que nesse momento em que todo mundo jogou pouco, todo torneio é muito importante. Para a gente que não tem um estadual tão forte, será mais uma oportunidade de dar rodagem para o time e sentir quais são os pontos que estamos bem e quais temos que ter mais atenção no dia a dia. Agora já vamos poder contar com a Camila de líbero, o que nos ajuda a equilibrar mais o time. Mas é pensar jogo a jogo, o que podemos fazer contra cada adversário e ir avançando.

Perguntada sobre o clássico Fla x Flu, Lorenne confessou que as duas equipes se estudam e já se conhecem muito. A oposta espera que o time tenha tranquilidade nos momentos decisivos da partida e saia com a vitória, para que possa seguir no torneio em busca do título.

Com certeza já virou um clássico não só da Superliga, como de todos os campeonatos. Provavelmente vai ser o time que mais enfrentaremos na temporada, o que significa que nos conhecemos muito. Os dois times se estudam e vão buscar os pontos fracos no adversário. Mas eu espero que a gente tenha tranquilidade nos momentos decisivos para sairmos com a vitória. É uma partida importante pra gente seguir na competição em busca do título. 

Para finalizar, Lorenne falou um pouco da rotina de treinos na pandemia. Segundo ela, as atletas do Sesc RJ Flamengo já estão acostumadas com o período diferente e difícil que o Brasil e o Mundo vivem. Desse modo, citou práticas usuais do protocolo de segurança do clube.

Acho que esse “novo normal” ainda vai durar algum tempo, então já estamos acostumadas a rotina de testes periódicos, a máscara, o álcool gel e todo cuidado que o momento nos impõe. E aqui não vai ser diferente. Então a gente tem que cumprir as regras e fazer o nosso trabalho da melhor maneira possível.

Trajetória de Lorenna no Sesc
Na parceria com o Flamengo, a equipe do Sesc se manteve a mesma que jogou na última temporada. Em síntese, das  titulares, apenas Tandara deixou o time e acertou com o Osasco. Sendo assim, Lorenne chegou para ocupar a posição de ponteira.

Está é a segunda passagem da jovem pelo Sesc RJ. Ela esteve sob o comando de Bernardinho entre 2015 e 2016 e foi reserva de Monique na equipe campeã brasileira. Contudo, após excelente temporada pelo Barueri e boas atuações pela seleção, Lorenne chega com status de titular e destaque nesta volta.

Publicado em colunadofla.com.