Mas, para preocupação de Dorival Júnior, o atleta hoje veste a camisa do Flamengo, adversário desta tarde. O treinador do Peixe identificou que, para neutralizar a equipe carioca, a tática passa por tentar anular o camisa 35:

"Diego é fundamental, é só ver os números. Participa da grande maioria das jogadas do Flamengo, faz o time jogar. E agora ele chega muito mais na área para fazer gols do que no começo da carreira. Espero que possamos marcá-lo bem", avaliou o treinador santista.

O jogo a ser realizado no Maracanã neste domingo pode definir rumos de ambos os times no campeonato. A briga pelo segundo lugar e uma premiação maior (cerca de R$ 3,4 milhões de diferença), além da possibilidade de o Santos ser campeão caso o Palmeiras perca para a Chapecoense.