| Futebol

Conheça Rodrigo Carlos, auxiliar de José Neto

Integrante da comissão técnica campeã do mundo se destaca por qualidade e fala de amizade com treinador

Às vésperas do início das quartas de final do Novo Basquete Brasil (NBB) 7, o Orgulho da Nação segue sua preparação em regime de treinos pesados. Enquanto espera o resultado da melhor de cinco partidas entre Paulistano e São José - que está empatada em um a um - José Neto e sua comissão técnica fazem os últimos ajustes no FlaBasquete para que a equipe continue em busca de mais uma conquista.

Talvez seja justamente essa parceria, entre o treinador rubro-negro e sua equipe auxiliar, uma das razões do sucesso do time do Flamengo. Além de trabalharem juntos há anos, José Neto tem ao seu lado uma família, segundo ele mesmo diz. Mas, provavelmente, um dos membros dessa comissão técnica seja uma das peças mais importantes, tanto na vida do treinador, quanto na própria construção deste time supercampeão. Rodrigo Carlos, auxiliar técnico do basquete rubro-negro desde 2013, não é somente o encarregado de orientar o time do Flamengo quanto aos seus próximos adversários, mas também é um dos melhores amigos, e braço-direito, do treinador do clube.

"O Rodrigo hoje é mais do que um simples companheiro de trabalho. Eu o considero um irmão. A medida que o tempo foi passando eu aprendi a respeita-lo cada dia mais. Eu conheci o Rodrigo em 2003/2004. Sempre pensamos em trabalhar juntos, mas isso só aconteceu em 2011, na Seleção brasileira, pelo mundial sub-19. Só fomos trabalhar juntos novamente tempos mais tarde, quando surgiu a oportunidade de ele vir para o Flamengo. Eu não pensei duas vezes e o convidei para ser meu assistente. É um cara que soma muito ao grupo, antes de qualquer coisa. Ele deixa o ambiente excelente e sabe se colocar", contou José Neto, que completou. "A função dele é trabalhar para nos deixar preparados. Ele é experiente, tem um olhar muito crítico para tudo que fazemos, o que ajuda muito na nossa evolução. Acaba que compartilhamos não somente coisas do basquete, mas também falamos de questões familiares. Até nossos filhos são próximos (risos). O trabalho, por isso, não pesa, é algo que nos faz bem, porque somos amigos".

Durante o NBB 7, com a suspensão de José Neto em uma partida do primeiro turno, contra o Palmeiras, Rodrigo Carlos assumiu a equipe e levou o time a mais uma vitória no campeonato. O jogo serviu para evidenciar a cumplicidade de pensamento entre o treinador e o auxiliar, fazendo com que a equipe não sentisse tanto o peso da ausência de Neto. "A minha importância é como a de qualquer outro da equipe. Cada um tem seu papel para tentar ajudar o grupo. Não sei se podemos falar a palavra importância, mas buscamos sempre fazer o melhor possível. Continuo estudando e procuro estar ligado naquilo que está acontecendo o tempo todo pois ele é muito exigente.", comentou Rodrigo sobre o treinador.

"Agradeço a Deus todos os dias por ter tomado a decisão de vir trabalhar aqui. Não só por mim, mas por toda a minha família. Meus filhos pequenos já torcem pelo Flamengo. Meu trabalho no clube é ajudar nos treinamentos, procurando saber dados sobre o adversários para alimentarmos os jogadores com todo tipo de estatística que possa ajudá-los durante o jogo. Essa função fica ainda mais fácil, pois a minha amizade com o Neto é como se fossemos irmãos. Além disso, os jogadores falam a mesma língua que todos nós e procuramos sempre nos ajudar, seja na quadra ou em nossas vidas particulares. No nosso time todos podemos contar com todos, o objetivo não é só o cara jogar bem, e sim se sentir em casa, abraçado por todos", finalizou.

Fonte: http://www.flamengo.com.br/site/noticia/detalhe/20927/conheca-rodrigo-carlos-auxiliar-de-jose-neto

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.