Conselho do Flamengo arquiva processo contra Kleber Leite por dívida dos anos 1990

Conselho do Flamengo arquiva processo contra Kleber Leite por dívida dos anos 1990

Dívida do Flamengo tem origem no mandato de Kleber Leite, na década de 90

O ex-presidente do Flamengo, Kleber Leite, viu virar fumaça um processo administrativo no Flamengo que poderia lhe render punição por atos de improbidade administrativa por causa do negócio que envolveu o Consórcio Plaza e gerou uma dívida na casa de R$ 61 milhões.

O Conselho de Administração rubro-negro decidiu na noite desta terça-feira, pelo placar de 41 a 28, arquivar o caso. A votação foi secreta. Kleber Leite escapou do procedimento disciplinar mesmo diante da posição contrária do grupo SóFLA, do qual faz parte o presidente Eduardo Bandeira de Mello.

A dívida, que passou anos sem ser reconhecida, surgiu em 1996, quando o Flamengo recebeu R$ 6 milhões do consórcio, que arrendaria a Gávea por 25 anos e lá construiria um shopping. A bola de neve cresceu, alcançando R$ 90 milhões. Após acordo, o Fla pagou R$ 61 milhões ao grupo Multiplan, do Consórcio Plaza.