| Futebol

Contra o Atlético-MG, Flamengo deve mudar estilo de jogo por conta dos desfalques

Equipe não terá três importantes jogadores; recuperado Juan também deve retornar ao time

flameng - Contra o Atlético-MG, Flamengo deve mudar estilo de jogo por conta dos desfalques

Depois que o técnico Zé Ricardo passou a comandar o Flamengo, ele elegeu os seus titulares e pouco modificou o time. Agora, diante do Atlético-MG na próxima rodada do Brasileirão, o técnico, que está suspenso e não comandará o time do banco de reservas, terá que promover algumas mudanças.

 

Isso porque Ederson se machucou na partida contra o Corinthians e ficará de fora por quase um mês. Rodinei foi outro jogador que se lesionou mas deve retornar a equipe um pouco antes, e o atacante Paolo Guerrero está mais uma vez suspenso.

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

 

Com isso, o técnico interino deve promover as entradas de Everton, Pará e Felipe Vizeu na equipe. Mas o que muda com isso?

 

Ederson estava evoluindo e se tornando um jogador importante para o meio-campo rubro-negro. Principalmente para a forma como a equipe estava atuando. Mais recuado, o camisa 10 dava suporte a Alan Patrick na armação das jogadas, em outras oportunidades caia pelos lados do campo.

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

 

Com Everton, o Flamengo volta a jogar no 4-3-3 clássico, com o próprio jogador pela ponta, Felipe Vizeu (que vai substituir Guerrero) centralizado e Marcelo Cirino pela outra ponta.

 

Desta forma, Willian Arão voltará a jogar um pouco mais adiantado para não deixar Alan Patrick sobrecarregado.

 

Na lateral-direita, com a entrada de Pará o time ganha um pouco mais em marcação, já que Rodinei não tem tanta característica de marcador. Mas perde em velocidade e precisão no passe. Pará também não é dos jogadores mais queridos pela torcida do Flamengo e terá que lutar contra as possíveis vaias que já sofreu em outras oportunidades.

 


(Foto: Alexandre Loureiro / Getty Images)

 

Com a ausência de Guerrero e o retorno de Felipe Vizeu ao time titular, a equipe tende a ganhar em mais mobilidade no ataque. Com mais folêgo que o peruano, Vizeu também já demonstrou veia artilheira. 

 

Além da agilidade, o jovem atacante também volta com mais facilidade para fechar a marcação e pressionar a saída de bola do adversário.

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

 

Outra troca que deve ocorrer, mas essa de forma natural é o retorno do vetereno Juan na zaga. O jogador que está fora da equipe a mais de um mês está 100% recuperado e deve ocupar a vaga de Rafael Vaz.

 

Com isso, será a primeira vez que Juan e Réver jogarão juntos pelo Flamengo. Os dois atuaram lado a lado pelo Internacional em 2015. 

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

 

Se por um lado o setor defensivo ganha em experiência, por outro tende a ficar mais lento, já que os dois atletas já são mais velhos e menos agéis. 

 

Somando os dois laterais e os dois zagueiros a média do setor defensivo rubro-negro fica acima dos 29 anos. E com a velocidade que o time do Atlético-MG vem demonstrando nos últimos jogos pode ser um fator perigoso para os rubro-negros.

 

Com a suspensão de Zé Ricardo, outra troca importante acontecerá, o auxiliar Jayme de Almeida é quem ficará no banco de reservas para comandar a equipe durante a partida. Apesar de receber as instruções do treinador antes do jogo é sempre uma responsabilidade a mais estar na beira do gramado.

 


(Foto: Gilvan de Souza / Flamengo)

 

Mas do riscado Jayme entende bem, ele foi campeão da Copa do Brasil em 2013 e já comandou o Flamengo em diversas outras oportunidades.

 

Podemos esparar um Flamengo um pouco mais fechado e apostando mais nos contra-ataques diante do Atlético-MG, é possível enxergar que o rubro-negro tentará explorar a velocidade de Marcelo Cirino e Everton pelas pontas para tentar surpreender o adversário e não correr tantos riscos.

 

No sétimo lugar com 20 pontos, o Flamengo precisa voltar a vencer para não se distanciar da briga pelo G4. As duas equipes se enfrentam no próximo domingo (10/07) às 11h, no Mané Garrincha, em Brasília. 

Fonte: http://www.goal.com/br/news/10682/futebol-carioca/2016/07/06/25384452/fla-mudanças-para-encarar-o-galo

Comentar pelo Facebook

Leia também


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.