Criador do “chororô”, Souza Caveirão anuncia aposentadoria

Criador do “chororô”, Souza Caveirão anuncia aposentadoria

Rodrigo Souza, o Caveirão, ex-jogador do Fla, polêmico criador do “chororô”, anunciou nesta quarta-feira (11), sua aposentadoria. Souza, em entrevista ao Globoesporte.com, avisou que, ao contrário de muitos jogadores, não pretende seguir carreira ligada ao futebol.

– Não pretendo seguir no futebol, não tenho vontade de me tornar treinador. Só como torcedor mesmo. Ainda acompanho os jogos do Flamengo. Vou ao estádio com os filhos. Tenho aproveitado este período em que parei para fazer coisas com a família, aproveitar com eles. Coisas que não conseguia fazer com o futebol. Tenho feito isso ultimamente e ainda vou pensar no que farei daqui para frente – declarou o Caveirão.

Rodrigo tem 36 anos e é formado nas categorias de base do Madureira, porém foi no Vasco que veio a despontar com a fama de artilheiro após a conquista do Campeonato Carioca de 2003. Depois, o atacante foi transferido para o Marítimo de Portugal e jogou ainda na Bulgária, no CSKA Sofia.

O camisa 9 chegou ao Rubro-Negro em 2007, no auge de sua carreira. Substituindo Obina, o artilheiro só conseguiu destaque no Carioca daquele mesmo ano. Com apenas seis gols no Campeonato Brasileiro de 2007 e três no de 2008, foi negociado com o Panathinaikos, da Grécia.

Foi repatriado pelo Corinthians, onde chegou causando polêmica quando confessou ser flamenguista de coração, ainda teve passagens pelo Bahia, Vitória, Criciúma e Paysandu. No currículo, o jogador tem anotado uma Copa do Brasil e um Campeonato Paulista pelo Timão, três cariocas, um campeonato baiano, um goiano e um gaúcho. Souza encerra a carreira onde tudo começou, no Madureira.