| Futebol

CRIANÇAS RUBRONEGRAS

QUE AJUDAM A EMPURRAR

flameng - CRIANÇAS RUBRONEGRAS

Pra começar, vou logo pedindo que me perdoem os amigos discordantes, mas essa história das tais criancinhas que não conseguiram entrar penduradas nos nossos jogadores JÁ ENCHEU O SACO. Tem MUITA gente entrando na pilha do sensacionalismo barato e hipócrita, que essa mídia, sempre disposta a nos fustigar, faz.

Fui acostumado a ver meu time entrar em campo subindo correndo o túnel de acesso do Maraca, debaixo de um TREMENDO foguetório, bandeiras, faixas, papel picado etc.
Era uma festa INDESCRITÍVEL, que já deixava o torcedor pilhado e no clima do jogo. Nunca fui chegado a essa FRESCURA de entrar lado a lado com time adversário. Adversário entrava sozinho e já recebia logo uma TREMENDA vaia, pra sentir a pressão e já ir começando a colocar o "galho dentro".

Minha preocupação NÃO É com a decepção das tais criancinhas (possivelmente parentes de pessoas influentes da cidade), que não entraram em campo junto com os jogadores, impedindo que seus pais tirassem fotos para mostrar orgulhosamente aos amigos. Minha preocupação é com o tamanho da decepção das crianças que estavam nas arquibancadas para TORCER por nós. Que esperavam ver seu time vencer, se decepcionaram e que ainda devem ter sido obrigadas a aturar as gozações de seus coleguinhas no dia seguinte.

Essas, SIM, merecem nossa atenção ESPECIAL, pois são as que formarão nossa torcida do futuro, com a responsabilidade de nos manter como maioria absoluta na região. O mesmo vale para as de Brasília (ano passado) e Aracajú (esse ano), que também lotaram os estádios e voltaram pra casa com suas bandeiras enroladas. Depois da decepção que passaram, numa importante fase de escolhas, será que vão continuar torcendo por nós? Isso sim é motivo de preocupação.

Como também são motivo de preocupação alguns “Marmanjinhos” mais exaltados da nossa torcida. No início do ano não se cansavam de defenestrar o Carioca (afirmando que só serviria para testes) e agora querem demitir até o porteiro do clube, ofendem nossos jogadores e atacam nosso ônibus, por causa da nossa eliminação.

Como a maioria aqui deve saber, sou carioca e, logicamente, ADORO vencer nossos regionais. O problema é que o Carioca está, cada vez mais, se transformando em instrumento político para a QUADRILHA da FERJ se manter no poder e, pior, com o verdadeiro chefe dessa facção sendo o Presidente de um clube adversário nosso. O fato de não ter nem antidoping, já dá bem a noção do nível de seriedade dessa competição.

Nada do que fizéssemos mudaria o que está programado, a menos que demonstrássemos toda nossa indiscutível superioridade técnica, algo que não conseguimos fazer.
Nossa equipe, claramente, ainda se mostra desentrosada, desarrumada, precipitada e insegura. Isso é nítido.
Mas e aí? Vai mandar o cara embora e trazer outro? Quem?
Sou RADICALMENTE contra esse tipo de precipitação, pois continuo acreditando, e confiando, no nosso material humano em TODAS as áreas.

Não é uma questão apenas de ser otimista ou pessimista. Se considero o Muricy um dos maiores treinadores do país, acredito que temos um elenco MUITO bom (e que ainda vai melhorar), vejo jogadores fazendo pirâmide na hora dos gols e sei que os salários estão em dia, a coerência me obriga a acreditar que vai dar certo. Pode até demorar um pouquinho, mas a chance de dar é ENORME.

Cada um de nós aqui tem sua escalação ideal, sua tática ideal, seu sistema ideal e isso é absolutamente normal. Mas é o Muricy quem está com os caras diariamente, escolhe o time, tem as preferências dele e um currículo bem superior ao nosso, que, na maioria esmagadora dos casos, vê os jogos apenas pela TV. Diante do exposto, mas respeitando a opinião dos que pensam diferente, prefiro continuar acreditando nas opções dele. Simples assim !!!

Pouco importa se gosto mais do Brocador que do Guerrero, se acho que o menino Ronaldo deveria estar entrando com mais frequência, se penso que o Ederson deveria ser titular ou se Everton e Sheik devem ser mantidos no elenco. São apenas preferências de um torcedor, que tem plena consciência de que não passa de um mero palpiteiro. Quero mesmo é ver o Flamengo jogando bola, vencendo, conquistando títulos e disputando Libertadores. E não tenho A MENOR DÚVIDA que TUDO está sendo feito nesse sentido, com extremo profissionalismo e competência.

Os resultados não estão vindo? Realmente, neste momento não. Mas continuo apostando TODAS as minhas fichas que, em muito breve, virão e nas competições que realmente nos interessam. 

PRA CIMA DELES, MENGÃO


Comentar pelo Site

Nenhum Comentário
Seja o primeiro a comentar essa notícia.